Chris nasceu sem braços e nem pernas – trabalha em uma fazenda e inspira todos com sua fortaleza

chris4.jpg

Acredito que trabalhar em uma fazenda é um dos trabalhos mais cansativos que existe. Você pode imaginar tudo o que há para se fazer em um dia?

Mas creio que deve ser difícil encontrar um fazendeiro que trabalhe mais duro do que  Chris Koch.

Este homem se transformou em uma inspiração para muitos e não é difícil saber o porquê.

Chris nasceu sem braços e nem pernas, o que podemos supor é que ele trabalhe quatro vezes mais duro que muitas pessoas para fazer as suas atividades do dia a dia, como escovar os dentes ou comer.

Isso, no entanto, não o impediu ao trabalhar em uma fazenda, algo que ele fazia para toda a vida.

Agora contaremos tudo sobre esse jovem…

chris2

Chris veio para este mundo incapacitado, mas saudável em todos os outros aspectos. Ele nasceu tetraplégico, o que significa que ele sofre paralisia total de braços e pernas.

Poucas horas depois de nascer, sua avó sarcástica disse algo que o atingiu o resto de sua vida. Sendo uma brincadeira, as primeiras palavras da avó sobre o nascimento de Chris: “Bruce (o pai de Chris) nunca terminou nada que começou”.

chris5

Mas Chris, no entanto, não seguiu os passos de seu pai, em vez disso, ele se tornou um grande lutador.

Chris cresceu entre tratores e animais em sua fazenda familiar em Alberta, Canadá. Com  nove anos, ele queria dirigir um trator pela primeira vez. Ele era independente e muito teimoso desde uma idade muito jovem e se recusava a usar próteses quando ele foi à escola.

Não tendo uma prótese, ele lutou durante toda a vida, mas ele também desafiou todos os obstáculos. Agora ele inspira milhares de pessoas em tudo nas conversas motivacionais que dá em todo o mundo.

chris3

Embora ele se dedique a motivar outras pessoas, seu trabalho principal ainda está na fazenda.

Ele realizou o sonho de sua infância trabalhando como fazendeiro e dirigindo um trator.

Incrível!

“Falando com meu pai, perguntei-lhe:” O queele gostaria que fosse difernete em mim?, e ele me disse; “Nada”, explicou Chris à Oprah no programa Steep Your Soul. “Minha independência é quase infinita, agora, graças à maneira como meus pais me tratam”.

Chris é verdadeiramente uma fonte de inspiração!

 

 

Fonte: https://es.newsner.com/

Tradução livre

Anúncios

Bebê com síndrome misteriosa será transferido para São Paulo

Lorenzo Silva Gonçalves, de apenas quatro meses, luta pela vida e enfrenta uma síndrome que ainda não foi identificada pelos médicos.

96b77411-10a2-483e-8a43-f786e9c1f472

O bebê Lorenzo Silva Gonçalves, que luta pela vida há quatro meses por conta de um conjunto de malformações congênitas, será transferido, nesta quinta-feira (5), para um leito de UTI Pediátrica da Santa Casa de São Paulo, hospital geral e de ensino com serviço de excelência em atendimento infantil. Ele nasceu em maio deste ano, no Complexo Hospitalar dos Estivadores, e estava aguardando vaga em uma UTI Pediátrica em Santos.

A vaga foi obtida pela Prefeitura de Santos, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, em contato direto com o gabinete da Secretaria de Estado da Saúde, que mostrou-se sensível ao caso, após dificuldade de apoio da Diretoria Regional de Saúde (DRS-4).

De acordo com a Prefeitura de Santos, a criança, cuja família veio da cidade de Sete Barras, recebe toda assistência médica desde o nascimento no Hospital dos Estivadores. Devido ao seu quadro clínico, ela requer cuidados médicos especiais e passa por diversos exames e procedimentos para a manutenção da vida.

Caso

Filho da dona de casa Vanilza Lopes e do trabalhador rural Carlos Alberto da Silva Gonçalves, ambos de 50 anos, o menino nasceu no Hospital dos Estivadores com uma válvula do coração aberta e com insuficiência respiratória. Foi então encaminhado à UTI para recém-nascidos, onde deveria ficar por somente um mês. Ele e mulher se mudaram de Sete Barras, na região do Vale do Ribeira, interior paulista, há oito meses para Santos.

Sem respostas sobre o real problema do bebê, os pais foram informados, informalmente, há aproximadamente um mês, que o filho deveria estar em uma UTI Pediátrica e ficar sob acompanhamento de especialistas. “Foi aí que a gente começou a reagir novamente e voltou a lutar junto com ele, até conseguirmos uma transferência para a UTI Pediátrica”, contou o pai.

Por meio de nota, a Prefeitura de Santos informou que solicitou a transferência de Lorenzo para o estado a uma UTI Pediátrica pela primeira vez em 10 julho. Entretanto, a Central de Regulação de Vagas da Baixada Santista (Cross), vinculada à Secretaria Estadual de Saúde, afirmou não ter qualquer responsabilidade sobre o caso. O estado esclareceu que, por meio do Cross, somente é responsável pela regulação de casos de urgência e emergência.

Lorenzo foi encaminhado pelo Hospital dos Estivadores à Santa Casa nesta terça-feira (3), após o apelo dos pais e a imprensa solicitar esclarecimentos sobre o caso para a Prefeitura de Santos e à Secretaria de Saúde do Estado.

Fonte e foto: http://www.globo.com 

Hospital terá de indenizar mãe pela má prestação de serviços durante o parto

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) que condenou um hospital a indenizar uma mãe pela má prestação dos serviços durante o parto de sua filha, que, em razão das falhas procedimentais, teve sequelas cerebrais de caráter permanente.

 

IMG_4150

 

De acordo com o processo, ao ser internada, a paciente passou por uma cesariana tardia, fato que ocasionou várias sequelas de caráter permanente na criança, como paralisia cerebral, epilepsia e atrofia cerebral, pois ficou sem oxigenação e sem monitoramento cardíaco durante 29 minutos entre a conversão do parto normal para o cesáreo.

Em primeira instância, o hospital foi condenado a pagar R$ 30 mil por danos morais, com correção monetária desde a decisão, além de juros de mora, contados a partir da data do fato.

Imperícia e negligência

O tribunal gaúcho considerou que houve imperícia e negligência por parte do hospital, visto que a perícia técnica comprovou que a criança ficou sem acompanhamento durante o parto. Concordou que o hospital deveria indenizar os danos causados.

No STJ, o hospital alegou que sua responsabilidade só poderia ser estabelecida mediante aferição de culpa, mas a paciente não teria conseguido demonstrar a ocorrência de ato culposo.

A relatora do recurso, ministra Nancy Andrighi, lembrou que a pretensão da paciente não se voltou para a responsabilização de um médico ou de profissionais que participaram do procedimento, mas diz respeito exclusivamente ao defeito na prestação do serviço hospitalar.

A ministra explicou que a responsabilidade civil do médico “difere frontalmente daquela atribuível aos estabelecimentos hospitalares e casas de saúde, no que concerne à forma de determinação do dever de indenizar”.

Segundo ela, a responsabilidade dos médicos que atuam no hospital é subjetiva, apurada mediante verificação de culpa, enquanto a responsabilidade do hospital é objetiva, limitando-se “aos serviços relacionados ao estabelecimento empresarial, tais como a estadia do paciente (internação), instalações, equipamentos e serviços auxiliares (enfermagem, exames, radiologia)”.

Fundamento adicional

Para a ministra, na hipótese, ficou constatada a responsabilidade objetiva do hospital, tendo em vista que as instâncias de origem expressamente reconheceram um defeito no serviço prestado por ele, isto é, falha na prestação de serviços atribuíveis e afetos única e exclusivamente ao próprio estabelecimento hospitalar.

A ministra sublinhou, ainda, que haveria fundamento adicional à responsabilização do hospital, uma vez que também teria sido reconhecida pela corte local a conduta inadequada dos profissionais envolvidos no procedimento, o que, “por si só, configuraria a culpa dos mesmos e, consequentemente, em solidariedade, dever-se-ia responsabilizar, também, a instituição hospitalar”.

De acordo com a turma, como o próprio TJRS reconheceu a responsabilidade objetiva do hospital em razão do defeito ou da má prestação do serviço, não é possível alterar essa conclusão, pois demandaria o reexame de fatos e provas dos autos, algo vedado em recurso especial pela Súmula 7 do STJ.

Leia o acórdão.

 

Esta notícia refere-se ao(s) processo(s):REsp 1621375

Revista CLAUDIA premia primeira repórter brasileira com síndrome de Down

 A 22ª edição do Prêmio CLAUDIA, principal premiação feminina da América Latina, aconteceu na segunda-feira (2), na Sala São Paulo, capital paulista. O destaque foi a premiação dada à carioca Fernanda Honorato, primeira repórter brasileira com Síndrome de Down

Crédito:Mariana Pekin/ Claudia
A jornalista, que apresenta o “Programa Especial” na “TV Brasil” recebeu o reconhecimento na categoria Trabalho Social. O semanal, no ar há 11 anos, tem legendas, narração para imagens e linguagem de sinais. “Sempre digo às mães de crianças com síndrome de Down para não desistirem dos sonhos e acreditarem no potencial de seus filhos. No futuro, eles podem ser repórteres, como eu”, afirmou Fernanda, que ministra palestras sobre inclusão em todo o país.
“Agradeço pela oportunidade e por colocarem uma mulher com deficiência intelectual em um prêmio tão importante”, declarou emocionada. “Gostaria de agradecer a pessoa que abriu a porta para mim e colocou uma pessoa com síndrome de Down para ser repórter. Queria, também, dedicar o prêmio às outras candidatas. Se eu sou o que sou, devo às pessoas que acreditaram no meu sonho de romper barreiras”, declarou Fernanda.
Ao todo, foram oito premiados nas categorias Cultura, Ciências, Negócios, Trabalho Social, Políticas Públicas, Consultora Natura Inspiradora, Revelação, e na inédita Eles por Elas, que revelou projetos de homens em prol das mulheres e da busca pela igualdade de gêneros.
O evento teve Eduardo Moskovis como mestre de cerimônias e homenageou a atriz Tais Araújo. O prêmio marcou ainda, o novo posicionamento da Revista CLAUDIA, que adota a partir de outubro o mote #EuTenhoDireito sob direção de Ana Paula Padrão.
“A gente quer ser feliz e convida todo mundo para essa grande festa. A gente quer ser leve, livre e solta. Bota na cabeça e na ponta da língua #EuTenhoDireito e conte comigo e com Claudia para gritar sua escolha por aí”, diz a jornalista na carta ao leitor da edição.
Fonte: http://portalimprensa.com.br

Mãe especial – Dona de casa. Como contribuir ao INSS e garantir seu direitos?

mulher1Como advogada, sou questionada diversas vezes por algumas mamães especiais, de como elas podem garantir uma renda extra dada pelo governo para cuidar do filho especial.

De acordo com a lei, não há previsão legal de renda destinada a essas mães, existe o LOAS/BCP,  mas é destinado a criança/adolescente/adulto com necessidades especiais, cuja família tem renda per capita (por pessoa) inferior a 1/4 do salário mínimo.

Porém, uma das formas das mamães especiais garantirem seus benefícios sociais, ou seja, aqueles concedidos pelo INSS, e manterem-se na qualidade de segurado, contribuindo para o INSS.

Qual a vantagem? 

A vantagem é que essa mamãe terá direito há alguns benefícios do INSS, após o prazo que eles dão para a concessão de cada benefício, dentre os benefícios são:

  • Aposentadoria por idade: Após 70 anos a mamãe receberá aposentadoria integral, que futuramente, após sua morte, poderá ser destinada a seu filho especial, desde que ele seja incluído como seu dependente junto ao INSS;
  • Aposentadoria por invalidez: Caso aconteça algo com a mamãe que lhe cause invalidez permanete, algum tipo de acidente,  ela receberá um salário após ser reconhecida pelo INSS a invalidez;
  • Auxílio-doença: No caso da mamãe ficar doente (ex. câncer), de acordo com o previsto na lei do INSS ela pode dar entrada ao auxílio doença.
  • Auxílio-reclusão: Caso tenha praticado um crime, durante o cumprimento da pena a família receberá um salário mínimo.
  • Salário-maternidade: No caso da mamãe especial tiver mais filhos, ela durante a licença maternidade receberá salário, por 120 dias, lembrando, que assim que a criança nascer deve-se na hora parar de contribuir.

 

 A quem se destina? 

Facultativo de baixa renda é uma forma de contribuição ao INSS com o valor reduzido, de 5% do salário-mínimo. Essa modalidade é exclusiva para homem ou mulher de famílias de baixa renda e que se dedique exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito da sua residência (dona(o) de casa) e não tenha renda própria.

Quem se dedica apenas ao trabalho doméstico na própria casa e não tem renda própria pode contribuir com 5% do salário mínimo.

Qual o valor da contribuição?

5% do salário mínimo, nacional. Em 2017 o salário mínimo é de R$ 937,00, com isso sua contribuição seria de R$ 46,85.

Requisitos

  • Não possuir renda própria de nenhum tipo (incluindo aluguel, pensão alimentícia, pensão por morte, etc);
  • Não exercer atividade remunerada e dedicar-se apenas ao trabalho doméstico, na própria residência;
  • Possuir renda familiar de até 2 salários mínimos. Bolsa família não entra para o cálculo;
  • Estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais – CadÚnico, com situação atualizada nos últimos 2 anos. A inscrição é feita junto ao Centro de Referência e Assistência Social – CRAS do município.

Se você não se enquadra nestas condições mas quer  contribuir sobre um salário mínimo, veja o plano simplificado de Previdência Social.

 

Como contribuir

 

Benefícios

As contribuições válidas realizadas sobre 5% do salário mínimo podem ser utilizadas para os seguintes benefícios:

  • Aposentadoria por idade
  • Aposentadoria por invalidez
  • Auxílio-doença
  • Auxílio-reclusão
  • Salário-maternidade

Outros benefícios:

Se mais tarde você decidir usar suas contribuições como facultativo de baixa renda para obter os benefícios abaixo, precisará pagar a diferença corrigida entre 5% e 20% (alíquota total).

  • Aposentadoria por Tempo de Contribuição;
  • Certidão de Tempo de Contribuição – CTC

Se eu receber qualquer benefício meu filho perde o direito ao BCP/LOAS?

Depende, se a renda da família for abaixo de 1/4 de salário mínimo per capita, não.  Dependerá do número de pessoas que more na sua casa.

Qual a vantagem de ser um segurado do INSS em relação ao benefício do BCP/LOAS?

Se você for um segurado do INSS e receber seu benefício, ao contrário do LOAS/BCP ele não terá necessidade de renovação,  como o BCP/LOAS que  precisa ser renovado a cada dois anos (que exige a comprovação de condição de miséria para ter o direito), outra vantagem é que todas as formas de aposentadoria e pensão por morte está previsto o 13º salário, vantagem que não há no BCP/LOAS.

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

Fonte: INSS

CRIANÇAS COM SÍNDROME DE DOWN SÃO FOTOGRAFADAS EM RELEITURAS DE QUADROS FAMOSOS

Com o intuito de dar mais representatividade as pessoas com síndrome de Down a fotógrafa albanesa Soela Zani produziu uma série de fotos de crianças com essa característica genética, em poses e figurinos de pinturas famosas para mostrar que “toda pessoa é uma peça de arte”. Especializada em fotos de família, Zani caprichou na reprodução das imagens e o resultado ficou muito lindo.

Após o primeiro contato da fotógrafa com alguém com síndrome de Down foi em 1987, quando o assunto ainda era tabu e a família parecia indevidamente constrangida com a presença da criança, a fotógrafa Zani começou a reparar na forma dessas pessoas se portarem. Ela aproveitou sua experiência como fotógrafa e retratou crianças com Síndrome de Down em releituras de quadros famosos.

A fotografa relatou em seu álbum de trabalho publicado no facebookTrabalhar com crianças com a síndrome de Down é igual trabalhar com crianças sem a síndrome. Ambos os lados são igualmente imprevisíveis e igualmente fáceis de lidar”.

Veja que lindas algumas fotos:

"Sister Tone" - por Kol Idromeno | Foto: Soela Zan
“Sister Tone” – por Kol Idromeno | Foto: Soela Zani

"The Infant Samuel" - por Joshua Reynolds | Foto: Soela Zan
“The Infant Samuel” – por Joshua Reynolds | Foto: Soela Zani

"Harriet Ann Seale" - por John Hoppner | Foto: Soela Zan
“Harriet Ann Seale” – por John Hoppner | Foto: Soela Zani

"Master John Heathcote" - por Master John | Foto: Soela ZanHeathcote
“Master John Heathcote” – por Master John | Foto: Soela Zani

"Boy and Rabbit" - por Henry Raeburn | Foto: Soela Zan
“Boy and Rabbit” – por Henry Raeburn | Foto: Soela Zani

"The Fifer" - por Edouart Manet | Foto: Soela Zan
“The Fifer” – por Edouart Manet | Foto: Soela Zani

"Clara Serena Rubens" - por Peter Paul Rubens | Foto: Soela Zan Right
“Clara Serena Rubens” – por Peter Paul Rubens | Foto: Soela Zani

Miss Bowles" - por Joshua Reynold | Foto: Soela Zan
Miss Bowles” – por Joshua Reynold | Foto: Soela Zani

"Paulo as Harlequin" - por Pablo Picasso | Foto: Soela Zan
“Paulo as Harlequin” – por Pablo Picasso | Foto: Soela Zani

"Master Bunbury" - por Joshua Reynolds | Foto: Soela Zan
“Master Bunbury” – por Joshua Reynolds | Foto: Soela Zani

"Gabrielle Arnault as a Child" - por Louis-Léopold Boilly | Foto: Soela Zan
“Gabrielle Arnault as a Child” – por Louis-Léopold Boilly | Foto: Soela Zani

"The Dancer" - por Pierre Auguste Renoir | Foto: Soela Zan
“The Dancer” – por Pierre Auguste Renoir | Foto: Soela Zani
"Prima Ballerina" - por Edgar Degas | Foto: Soela Zan
“Prima Ballerina” – por Edgar Degas | Foto: Soela Zani

 

 

Não existe criança difícil, difícil é ser criança em um mundo de pessoas cansadas

 

Por Raquel Brito

Não existe criança difícil, o difícil é ser criança em um mundo de pessoas cansadas, ocupadas, sem paciência e com pressa. Existem pais, professores e tutores que se esquecem de um dos compromissos mais importantes da educação de uma criança: o de oferecer aventuras infantis.

Este é um problema tão real que, por vezes, podemos ficar preocupados pelo simples fato de uma criança ser inquieta, barulhenta, alegre, emotiva e enérgica. Há pais e profissionais que não querem crianças, querem robôs.

O normal é que uma criança corra, voe, grite, experimente, e faça do seu ambiente um parque de diversões. O normal é que uma criança, pelo menos nas idades prematuras, se mostre como ela é, e não como os adultos querem que ela seja.

Mas para conseguir isso, é importante entender duas coisas fundamentais:

  • A agitação não é uma doença: queremos um autocontrole que nem a a natureza nem a sociedade fomenta.
  • Fazemos uma favor às crianças se as deixarmos ficar aborrecidas e evitarmos a superestimulação.

Doenças? Medicação para as crianças? Por quê?

Mesmo estando muito na moda no setor de saúde e escolar, a verdadeira existência do Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é muito questionável, pelo menos da forma exata como está concebido. Atualmente considera-se que este transtorno é uma caixa onde se amontoam casos diversos, que vão desde problemas neurológicos até problemas de comportamento ou de falta de recursos e habilidades para encarar o dia a dia.

As estatísticas são esmagadoras. Segundo dados do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais IV- TR (DSM-IV TR), a prevalência do TDAH nas crianças é de 3 a 7 casos por cada 100 meninos e meninas. O que preocupa é que a hipótese biológica subjacente a isto é simplesmente isso, uma hipótese que é comprovada por ensaio e erro com raciocínios que começam por “parece que isto ocorre porque…“.

Enquanto isso, estamos supermedicando as crianças que vivem conosco porque elas mostram comportamentos perturbadores, porque não nos mostram atenção e porque parecem não pensar quando realizam as suas tarefas. É um tema delicado, por isso temos que ser devidamente cautelosos e responsáveis, consultando bons psiquiatras e psicólogos infantis. 

Partindo desta base, devemos destacar que não existe um exame clínico nem psicológico que determine de forma objetiva a existência do TDAH. Sem dúvida os exames são realizados com base em impressões e realização de provas distintas. O diagnóstico é determinado com base no momento em que são realizadas e na impressão subjetiva destas provas. Inquietante, não é?

Não podemos esquecer que estamos medicando as crianças com anfetaminas, antipsicóticos e ansiolíticos, os quais podem causar consequências nefastas no desenvolvimento neurológico delas. Não sabemos qual vai ser a repercussão deste medicamento e muito menos do uso excessivo do mesmo. Um medicamento que apenas vai reduzir a sintomatologia, mas que não reverte de forma alguma o problema.

Parece uma selvageria, mas… Por que isso continua? Provavelmente um dos motivos é o financeiro, pois a indústria farmacêutica move bilhões graças ao tratamento farmacológico administrado às crianças. Por outro lado está a filosofia do “melhor isto do que nada”. O autoengano da pílula da felicidade é um fator comum em muitas patologias.

Deixando de lado rótulos e diagnósticos que, na proporção em que se dão, tornam-se questionáveis, devemos colocar os freios e ter consciência de que muitas vezes os que estão doentes são os adultos, e que o principal sintoma é a má gestão das políticas educativas e das escolas.

Cada vez mais especialistas estão tomando consciência disto e procuram impor restrições a pais e a profissionais que sentem a necessidade de colocar a etiqueta de TDAH em problemas que, muitas vezes, provêm principalmente do meio familiar e da falta de oportunidades dadas à criança para desenvolver as suas capacidades.

Como afirma Marino Pérez Álvarez, especialista em Psicologia Clínica e professor de Psicopatologia e Técnicas de Intervenção na Universidade de Oviedo, o TDAH nada mais é que um rótulo para comportamentos problemáticos de crianças que não têm uma base científica neurológica sólida como é regularmente apresentada. Ele existe como um rótulo infeliz que engloba problemas ou aspetos incômodos que efetivamente estão dentro da normalidade.
“Não existe. O TDAH é um diagnóstico que carece de identidade clínica, e a medicação, longe de ser propriamente um tratamento, é na realidade doping”, afirma Marino. Generalizou-se a ideia de que o desequilíbrio neurológico é a causa de vários problemas, mas não há certeza de que ele seja causa ou consequência. Isto é, os desequilíbrios neuroquímicos também podem ser gerados na relação com o que rodeia a criança.
Ou seja, a pergunta adequada é a seguinte: o TDAH é ciência ou ideologia? Convém sermos críticos e olharmos para um mundo que fomenta o cerebrocentrismo e que procura as causas materiais de tudo sem parar para pensar sobre o que é a causa e o que é a consequência.
Partindo desta base, deveríamos pensar em quais são as necessidades e quais são os pontos fortes de cada criança e de cada adulto suscetível a ser diagnosticado. Abordar isto de maneira individual proporcionará mais saúde e bem-estar, tanto dos pequenos como da sociedade em geral. Então, a primeira coisa que devemos fazer é uma análise crítica de nós mesmos.

 

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

Fonte: Clube Materno

TEXTO ORIGINAL DE A MENTE É MARAVILHOSA

Descobrir que seu filho é especial é viver um turbilhão de emoções

mae faltas

Em geral, ser mãe não é uma tarefa fácil. Demanda doar-se integralmente, desvendar seu filho, transformar sua própria vida. Ser mãe de uma criança com necessidades especiais aumenta radicalmente a quantidade e a intensidade das emoções.

No começo, você teria feito qualquer coisa para seu filho estar fora de um diagnóstico. Talvez você negasse. Talvez estivesse acreditando (ou querendo acreditar) que eram os médicos que estavam errados. Ou lá no fundo, talvez você soubesse. De qualquer forma, as emoções ficam confusas. O futuro incerto traz muito medo e insegurança.

Há uma mistura de emoções. De repente, sua vida ficou diferente. Ninguém perguntou se você queria, se você aceitava, não é mesmo? Pode ser um período doloroso, que pode demorar dias ou até anos para passar. Em alguns casos, nunca passa.

Você começa a ouvir de outras pessoas “guerreira”, “supermãe”, “mãe especial”… mas você não se sente especial. Muito pelo contrário, sente-se confusa e cansada. Nem queria esse título. Não pediu por ele! Se os pais em geral acham que seus filhos deveriam vir com manual de instruções, imagine então as necessidades especiais!

Com certeza, a deficiência não é o caminho que você teria escolhido, mas agora você está nele. Acontece que a vida é uma dádiva, que merece ser todos os dias ser celebrada! Todo ser humano independente de sua condição, tem muitas coisas a aprender e a ensinar.

Entender e aceitar seu filho tal como ele é, não só aumenta as possibilidades de seu desenvolvimento, como também alivia, abre portas, tira a dor… Não importa se ele age, pensa ou anda de forma diferente da maioria das crianças.

Então podemos sentir gratidão. Não pela deficiência, mas por todo seu aprendizado. Os desafios são muitos, mas as recompensas são muito maiores. E só quem trilha todo esse caminho tem o privilégio de compreender.

Por Amanda Puly

 

Fonte: Clube materno

Imagem: Internet

Mãe da Semana: Márcia Freire: Você sabe o que é a Síndrome Rubinstein Taybi?

Mães em ação

A mãe desta semana é a guerreira Márcia Freire, mãe de Rodrigo, 11 anos, eu a conheci num grupo de mães o qual ela gerencia chamado Mães e Filhos, esse grupo é muito legal e diferenciado porque além da troca de informações entre as mães, há muitos posts motivacionais onde elas se apoiam e se ajudam com as dificuldades que elas enfrentam. A Márcia cria sozinha seu filho,  mesmo com todas as dificuldades ela consegue dar a ele oportunidades de que ele se desenvolva. Cada avanço no desenvolvimento dele é uma vitória. Gente!!! É muito amor envolvido nessa linda história. Vale a pena ler!!!!

***

Vou contar um pouco da história do meu filho, ele nasceu com uma síndrome rara chamada Rubinstein Taybi (doença rara, pouco conhecida pela sociedade. A anomalia pode ocorrer em meninos e meninas, das raças branca e amarela). Só que só descobri quando ele estava com…

Ver o post original 694 mais palavras

21 de setembro – Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, o que esta data muda na vida de uma pessoa com deficiência?

Arquivo_000

Você sabia que no dia 21 de setembro é comemorado o  Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência? A data acaba chamado a atenção,  para a inclusão das pessoas com deficiência, mas pouca coisa efetivamente está sendo feita.

O Dia Nacional foi instituído por iniciativa de movimentos sociais, em 1982, e oficializado pela Lei Nº 11.133, de 14 de julho de 2005, conforme segue:

 

Art. 1o É instituído o Dia Nacional de Luta da

Pessoa   Portadora de Deficiência, que será celebrado no dia 21                                                 de setembro“. (grifos nossos)

 

A data foi escolhida para coincidir com o Dia da Árvore, representando o nascimento das reivindicações de cidadania e participação em igualdade de condições. Muito poético o significado, pena que ficou só no papel.

Em 2008, o Brasil ratificou a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, adotada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e o Protocolo Facultativo, e o documento obteve aqui equivalência de emenda constitucional. Da convenção, surgiu a Lei Brasileira de Inclusão (LBI), que trata os objetivos de forma mais concreta e entrou em vigor em janeiro de 2016.

Nessa data vale a pena fazermos uma reflexão do que mudou na vida das pessoas deficientes,  foi criada uma lei que não possue todos os seus artigos regulamentados, o que faz-se concluir que de que adianta a lei se não há mecanismos de fazê-la ser cumprida.

A lei é foi bem elaborada, se tudo que estivesse lá escrito fosse efetivamente feito, a vida das pessoas com deficiência seria muito melhor.

O governo fala que vai facilitar o acesso a órteses e próteses, além de aumentar a acessibilidade urbana e na comunicação, por meio de metas dadas a Secretaria do Governo que cuida desse tema, mas nada é feito. Estamos numa terra de ninguém, onde nem sabemos quem é que manda.

Sabe-se que a aplicação da lei num país grande como o nosso, com muitas questões geográficas e culturais é bem difícil, mas é preciso mais empenho do governo para que a acessibilidade não esteja só no papel.

As Políticas Públicas  para as Pessoas com Deficiência devem ser eficientes,  efetivas e permanentes. Não adianta criar um dia como hoje, fazer um evento na praça da cidade e distribuir bexigas e brindes, o que os deficientes e seus familiares precisam e querem é  que seus direitos como cidadãos sejam respeitados, que políticas governamentais de acesso à educação, inclusão social, atenção à saúde e acessibilidade sejam realmente criadas e efetivadas.

Os deficientes estão cansados de serem tratados como coitadinhos, terem que implorar ao governo o seu direito ao LOAS/BCP,  ou quaisquer benefícios… É direito deles…

O que poucos sabem é que de acordo com o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 45 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência,  sendo quase um quarto da população brasileira.

Amigo, você não é deficiente, mas isso é problema seu também, pois considerando que  25% da população tem alguma deficiência, pode estar do seu lado, uma pessoa que você ama e que precisa de sua ajuda, não para empurrar uma cadeira, ou te ajudar com o remédio do seu filho, ela precisa que você arregasse as mangas junto com ela para lutarem juntos para que tudo que lhe é de direito lhe seja concedido. Você não sabe o dia de amanhã.

Hoje, nesse 21 de setembro, vamos parar para refletir sobre o que conquistamos, onde estamos e onde vamos chegar…

E só chegaremos juntos…

E aí, gostou da nossa publicação?

 

Teatro BTC – Novo teatro na Zona Sul de São Paulo

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pessoal, olha que legal para quem mora na região.

Foi inaugurado há poucos dias o Teatro BTC, o espaço está localizado na região Centro-Sul de São Paulo, entre os bairros da Vila Mariana, Vila Clementino, Chácara Klabin, Planalto Paulista, Saúde e Ipiranga e a 300mts da Avenida Ricardo Jafet.

O teatro fica próximo a estação do Metrô Alto do Ipiranga contando com 170 confortáveis lugares, o teatro tem um projeto bem moderno, com uma acústica impecável.

O teatro será administado pela produtora Teatro é 1 Barato, empresa com mais de  17 anos de experiência em produções teatrais.

Estive na inauguração do teatro, no último dia 15, e pude verificar  vários diferenciais nele:

*O principal, é perto de casa, seria tão bom se todos os bairros tivessem seus teatros.
* Além do preço acessível, há alguns sites que vendem os ingressos com desconto.

*100% atendido por sistema de ar condicionado, é bom mesmo, mas vale a pena sempre ter um casaquinho para garantir;
*Acessibilidade, espaço para cadeirantes ( a principal causa de nossa página) e assentos para obesos.
*6 amplos banheiros (2 femininos, 2 masculinos e 2 para deficientes físicos totalmente
equipado)
*Estacionamento coberto conveniado para mais de 300 veículos  (R$ 15,00)
*Um lindo Jardim de convivência
*Espaço para recarga de bateria de celular (tipo para nós mamães que queremos sempre fazer um book de fotos de nossos filhinhos)
*Trocador para mamães com bebês de colo, redutor de assento e banqueta de suporte para crianças menores ( super importante para nós)
*Amplo espaço para carrinhos de bebês

*Aceita todos os cartões de crédito, inclusive parcela.
*Assento elevado para crianças
*Área kids (em implantação)
*Pipocaria/Bomboniere/Café
*Ingressos sem emissão de papel (em implantação)
*Restaurante em anexo

Em breve, será o primeiro Teatro do Brasil que aceitará os queridos pets do frequentadores!

Na inauguração tive a oportunidade de assistir, o stand up De volta para o passado, e eu e o marido gostamos bastante.

IMG_4735Já fui com a pequena ao café da manhã da Frozen, e te digo uma coisa, todos os dias a #deusadafofícia quer tomar café com a Frozen, o que mais gostei, foi a atenção que as atrizes deram para as crianças, elas realmente interagiram com elas. Minha filha amou.

As peças são bem legais, e a programação você poderá conferir na página do Teatro é um barato

Para mim o mais legal, é ter um teatro , com boas peças perto de casa , acessível, com peças adulto e infantil, fica bem mais fácil ir ao teatro.

Seria tão bom todos terem acesso a cultura perto de suas casas.

Venha conhecer o PEQUENO NOTÁVEL, como o teatro está ficando conhecido, com certeza você voltará.

Maiores informações:

Teatro BTC Metrô Alto Ipiranga
Rua Santa Cruz, 2105 – Vila Mariana – SP (à 400mts do Metrô Alto do Ipiranga)
http://www.teatrobtc.com – facebook/btcteatro
Fone: (11) 2389-2624 – Whatsapp (11) 94848-8546
Bilheteria: de Sexta a Sábado das 13H até o último espetáculo – Domingo a partir das 9h

 

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

Ausência dos pais aumenta a vulnerabilidade do jovem

images

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a ausência dos pais aumenta a vulnerabilidade do jovem.

Nesse espaço onde o adolescente está se buscando, a família atual está se tornando cada vez mais omissa, ausente. E isso se observa em todas as camadas sociais, tanto nas vielas sofridas e escuras da periferia, quanto nos bairros nobres, habitados por gente de boa formação. Percebemos tanto nos lares ricos quanto nos pobres um assustador abismo afetivo.

O vazio emocional, somado à falta de limites, ao desinteresse e ausência dos pais são considerados fatores de risco que estão a todo o tempo rondando o adolescente, devido à sua natural vulnerabilidade. E isso pode se tornar um campo fértil para o consumo de drogas, para a violência, a infração das regras e a transgressão dos limites.

Ausentes, os pais delegam a sua função educativa à escola, também despreparada, e que, mal dando conta das suas próprias dificuldades, se depara com esses jovens portadores de enormes lacunas não preenchidas pela família: faltam carinho, valores, crenças, expectativas, comportamentos, normas sociais, diálogo e limites. E explode o bulliyng, essa forma tão antiga e cruel de agressão entre os pares, muitas vezes com consequências graves.

Vivemos uma verdadeira cultura de violência, em todos os níveis: físico, psíquico e emocional. Videogames, filmes, novelas, desenhos animados e até propagandas estimulando a violência e a cultura da competição. Além do fácil acesso às armas, a proliferação incontrolada das drogas lícitas e ilícitas.

No nosso país, o exemplo que vemos é corrupção, mentiras, fraudes, impunidade, em todos os níveis. A violência infanto-juvenil nas ruas, lares e escolas brasileiras é, na verdade, apenas a parte visível do iceberg e revela um fenômeno muito mais sério, incrustado na sociedade, que é preocupante e temeroso ao mesmo tempo: a falta de atenção às crianças e adolescentes, antes representantes da nação do futuro, hoje protagonistas da violência que explode nas casas e nas ruas, pela falta de liderança dentro e fora da família.

É necessário e urgente fazermos alguma coisa para garantir a cidadania das nossas crianças e adolescentes. E cabe a todos nós, pais e mães a responsabilidade de “criar” essa geração, com o amor, o carinho e os limites que eles pedem e merecem!

Fonte: SBP

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

Menino com doença rara terá aparência de criança para sempre: “Ele é como um bebê que nunca cresceu”

Angus Palmes, 13 anos, tem uma condição que atrofia o crescimento

O adolescente Angus ainda tem o tamanho de uma criança – devido a uma anormalidade cromossômica única.

Ele nasceu pesando como um bebê normal, mas parou de crescer quando ele tinha três anos.

E enquanto seu irmão Otis usa roupas  para garotos mais velhos. Angus ainda usa roupas feitas para crianças de três anos.

Mas o guerreiro de tamanho pequeno impressionou seus médicos e seus entes queridos com sua personalidade gigantesca e enorme bravura.

A combinação cromossômica que atrofiou seu crescimento é rara , os  médicos nunca tinham visto antes e acreditam que seja uma condição de um em sete bilhões. Ele não pode caminhar ou falar, tem graves problemas gástricos e muitas vezes se frustra por não poder se comunicar.

Seu grande irmão amoroso Otis (Imagem: Manchester Evening News)

Ele sofreu mais de 40 operações, já teve meningite, ele toma 250 doses de medicação por semana e precisa de injeções regulares de Botox em suas glândulas salivares.

Mas Tandy, 48, de Macclesfield, Cheshire, diz que Angus desafia todos com sua felicidade e positividade. “Ele é como um bebê que nunca cresceu”, diz ela. “Você ainda tem que ter um assento infantil no carro e a mala de passeio para sair com ele. Mas você apenas se adapta a ele e se torna mega-organizado.

“Aceito que sua vida tenha limitações, mas o principal para mim é tentar proporcionar uma vida familiar equilibrada”.

Os médicos descobriram o distúrbio genético de Angus – chamado translocação cromossômica de 15/22 com trissomia parcial de 22q12.3 – ao realizar verificações de rotina quando tinha três semanas de idade.

Tandy diz: “O geneticista encontrou a sindrome por acidente e o grande problema é que eles não tinham registro de qualquer outra pessoa ter. Existem poucas crianças com um transtorno semelhante, mas não exatamente o mesmo.

Otis e Angus na praia de Rhosneigr, Anglesey em 2013 (Imagem: Manchester Evening News)
Os irmãos tocam juntos em uma piscina em 2013 (Imagem: Manchester Evening News)

“Eu realmente não sabia o que isso significava – mas eles também não me disseram que ele iria ser como uma criança para o resto de sua vida. Ele nasceu com vários buracos no coração e algumas vértebras nas costas que só são parcialmente formadas.

“Ele também nasceu com pé torto e refluxo gástrico crônico, então tem havido uma montanha de problemas de saúde desde o início. Ele teve uma cirurgia de coração aberto, os pés corrigidos, a cirurgia para o refluxo … tudo o que  você imagina, ele teve “.

Angus, que não pode caminhar sem ajuda, geralmente fica em uma cadeira de rodas, mas tem um espaço confortável para brincar em torno de sua casa.

Sua mãe continua: “Ele não está completamente sem habilidades motoras, mas ele não pode falar, então ele criou sua própria versão de linguagem gestual.

“São alguns sinais de mão básicos que ele faz. Todo mundo que trabalha com ele ou o conhece sabe o que são. Se ele estiver feliz, ele tira o polegar e o dedo indicador e joga-os simultaneamente.

Angus não pode falar, mas tem sua própria versão de linguagem gestual (Image: Manchester Evening News)“Mas nós tivemos muitos problemas com seu comportamento de se auto machucar. Às vezes, ele pode ser bastante vicioso quando ele está fazendo isso e isso significa que ele está com muita dor.

“Ele se golpea ou esfrega-se contra as coisas e faz grandes hematomas em seus braços. É muito difícil assistir seu próprio filho fazer isso, mas é a maneira de se comunicar. “

Tandy se separou do marido, James, 48 ​​anos, há três anos, mas Angus gasta quatro noites por mês na casa de seu pai em Alderley Edge.

Através de uma parceria recente entre o gigante de varejo Marks & Spencer e a Newity de caridade para crianças com deficiência, Angus agora tem um novo travesseiro de segurança portátil de £ 2.200 para quando ele permanece lá.

Angus estuda na Escola Park Lane de Macclesfield, especializada no ensino de crianças com dificuldades de comunicação.

Tandy, anteriormente gerente de instalações da cidade de Londres, preside o conselho de administração da escola, diz: “Ele está lá desde que ele tinha dois anos e meio e ele ficará lá até os 19 anos.

Mum Tandy costumava ser gerente de instalações na Cidade de Londres (Imagem: Manchester Evening News)
Ela diz que Angus ama absolutamente ir à escola (Image: Manchester Evening News)

“Ele ama absolutamente a escola. E uma tarde por semana ele vai para a escola de Otis a qual eles chamam de escola florestal.

“Otis sempre dizia:” Eu quero que meu irmão vá para a mesma escola que eu, como os irmãos e irmãs de todos os outros “. É tão injusto’.

“Agora ele entra e adora. Eles têm um vínculo muito bom.

“Otis é um rapaz muito grande e as pessoas nunca acreditam que há apenas dois anos entre eles. Angus ainda está em roupas para pessoas dez anos mais novas do que ele. É como lidar com um pré-criança naquele estágio, antes do início da caminhada.

“E eu acho que ele é capaz de andar – só depende de ele ter a confiança para fazê-lo. Ele tem exercícios para fazer durante o verão para ajudá-lo a aprender.

Tandy diz que Angus sempre acorda rindo e com um grande sorriso no rosto.

Angus gosta de ver DVDs uma e outra vez (Imagem: Manchester Evening News)

“Nós geralmente tomamos o café da manhã e então vamos dar uma volta o, diz ela. “Ele ama absolutamente DVDs – The Jungle Book, Curious George, Fantasia – ele os assiste  repetidas vezes.

“Ele adora música também. Aparentemente, ele ouve rock pesado na escola! Mas sua atividade favorita  é a natação. Ele ama a água e ela o ajuda fisicamente também.

“Angus também gosta de sentar-se e assistir Otis jogando cricket. Muito para diversão de todos, quando alguém sai, Angus apenas ri.

Ele também gosta de ver seu grande irmão Otis jogando cricket (Image: Macclesfield Express)

Quando se trata da expectativa de vida de Angus, Tandy é franco: “Nós absolutamente não temos idéia. Nós realmente não sabemos o que ele fará depois da escola. Ele nunca poderá trabalhar.

“Mas Angus é um menino muito feliz. Sempre que as coisas estão indo ao seu caminho, ele é delicioso.

“Ele tem essa risada brilhante linda e sempre está sorrindo”.

 

Fontes: Mirror / Daily News/ R7

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

 

Interagir e comunicar: 5 apps para crianças do espectro autista

Crianças diagnosticadas com transtorno do espectro autista (TEA) comumente apresentam muitas dificuldade de interação social e desenvolvimento da linguagem oral. Por isso, ferramentas tecnológicas são bem-vindas para ajudá-las a se desenvolver por meio de recursos visuais e sonoros – linguagens que eles dominam com maior facilidade.

Com o cuidado de não extrapolar na quantidade de horas diárias junto ao tablet ou celular, os aplicativos com intenção pedagógica e/ou terapêutica podem ser aliados potentes dos pais, professores e cuidadores na educação de crianças com autismo. Confira algumas dicas e pesquise qual deles melhor se encaixa às necessidades do seu pequeno:

Crianças do TEA nem sempre conseguem lidar com mudanças em sua rotina. Este aplicativo ajuda a organizar as atividades do dia a dia e, com isso, diminui a ansiedade. Disponível para Android e iPad. Confira o sitedo projeto.

  • 2. Tradução de comandos em voz: “Livox

O Livox – “Liberdade em Voz Alta” é um projeto do pernambucano Carlos Pereira, pai de uma menina com paralisia cerebral. Vencedor do prêmio da ONU de melhor aplicativo de inclusão, já foi traduzido para 25 idiomas. A proposta é traduzir em comandos de voz símbolos escolhidos pelo usuário. Clique aqui para conhecer.

  • 3. Comunicação: Tobii

Voltado para as crianças do TEA que não se expressam verbalmente, este app estimula as crianças a construir frases específicas a partir de símbolo bastante objetivos. Assim, ajuda a comunicar necessidades básicas como ir ao banheiro, fome ou dor. Disponível no iTunes, com versão de teste gratuita.

Neste app, as crianças podem criar histórias e se comunicar a partir de suas vivências diárias. È possível inserir fotos e interagir com outros usuários. Disponível pelo iTunes.

Esta opção está disponível somente em inglês, o que não compromete sua utilização, já que ele é totalmente visual. A ideia é permitir a comunicação instantânea entre crianças do TEA com os pais e adultos. A criança monta frases com símbolos, que chegam via mensagem de texto no celular da pessoa com quem ela deseja se comunicar. Disponível para Android na Google Play, e na Apple Store. Saiba mais sobre o app aqui.

Se quiser conhecer outros aplicativos infantis relacionados ao autismo, a Fundación Orange, em colaboração com iAutism desenvolveu o Appy Autism, site que torna disponível para as pessoas com transtornos do espectro do autismo (TEA) e suas famílias um banco de dados de mais de 400 aplicativos para computadores, tablets e celular.

Fonte: http://www.catraquinha.com.br

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

Garota autista de 10 anos emociona ao cantar “Aleluia”

Uma menina autista de 10 anos emocionou milhares de pessoas através de um vídeo em que canta uma adaptação da música “Hallelujah” (“Aleluia”), do cantor canadense Leonard Cohen.

Kaylee Rodgers fez a interpretação solo da canção acompanhada do coral da escola Killard House School, em Donaghadee, na Irlanda do Norte, de acordo com a BBC.

Com sua bela voz, a garota costuma se apresentar nos concertos de Natal da Primeira Igreja Presbiteriana. No entanto, ela perdeu a voz na celebração do ano passado e não pôde comparecer ao culto religioso.

Para homenageá-la, seu professor de música exibiu o vídeo de um ensaio, que foi filmado poucas semanas antes. As imagens foram publicadas também no Facebook e YouTube, onde rapidamente viralizaram. Atualmente, apenas no Facebook, o vídeo original acumula 3,2 milhões de visualizações.

Em entrevista a um canal local, Kaylee disse que ficou feliz por ter cantado, mas também achou “incrível” ver que o vídeo recebeu tanta atenção. “Eu simplesmente amei fazer isso”, disse ela ao ITV.

A garota, que foi diagnosticada com autismo e Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), começou a cantar como uma forma de construir a sua autoconfiança, de acordo com The Independent.

Kaylee estuda na escola Killard House desde os quatro anos de idade. Ela foi encorajada a fazer parte dos concertos pela professora de música da escola, Llyod Scates.

“Ela sempre amou cantar, mas não tinha coragem até começar as aulas na Killard House”, disse Tracy Rodgers, a mãe de Kaylee, à BBC News.

A composição alternativa cantada por Kaylee do clássico louvor foi composta pela banda de rock cristã “Cloverton”, se concentrando no nascimento de Cristo e na mensagem do Evangelho.

Fonte: Guiame

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

Autismo: fotógrafa transforma momentos da rotina do filho em arte

autismo1-e1488942960473
Na foto, Eian ouve as plantas sussurrarem. Um dos presentes do autismo, segundo sua mãe, é a mistura de sensações

A jornada de um pai ou de uma mãe que convive com o autismo nem sempre é fácil. Ou como a fotógrafa Kate Miller-Wilson define: “minha jornada como mãe de autista tem sido e segue sendo cheia de reviravoltas, montanhas e vales”.

Em relato publicado no portal Bored Panda, Kate conta que ama o filho Eian, de 10 anos, incondicionalmente, com a beleza, o charme e os desafios que ele oferece. No entanto, há momentos difíceis: “Apesar de tudo, me preocupo demais com o futuro dele e há dias em que é difícil para nós que gostemos um do outro (ainda que o amor nunca desapareça)”.

Kate ainda diz que, para ela, o maior presente do autismo é a forma única e poética como o filho vê o mundo. Por isso, decidiu transformar essa visão em uma série de fotos, que pudessem retratar sua perspectiva e a realidade de seu dia a dia.

Veja mais fotos aqui.

Imagens: Kate Miller-Wilson

Fonte: www.catraquinha.com.br 

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

 

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

 

Mãe de criança com deficiência deixada na escola durante excursão quer entrar na Justiça

copypasteimage-2
O pequeno João Pedro desce do ônibus escolar depois de mais um dia de aula. Mãe cobra treinamento de monitores para inclusão da criança

 

Após ser deixado para trás na escola durante um passeio dos colegas de classe ao cinema, o pequeno João Pedro, de 9 anos, que tem paralisia cerebral, ganhou de presente uma sessão do mesmo entretenimento na terça-feira, em um shopping da Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Mas o que devia ser um momento de alegria acabou revelando outros problemas a Adriane Cruz, mãe do menino.

Durante o programa, ela percebeu que ainda falta muito para que o filho receba tratamento adequado no ambiente escolar, e não descarta entrar com uma ação na Justiça para garantir os direitos da criança. A Secretaria Municipal de Educação determinou a apuração do tratamento dado à criança na unidade escola. Assim como Adriane, familiares de outros alunos com necessidades especiais buscam a inclusão delas no ambiente escolar, assunto que foi tema de uma audiência pública na manhã de ontem na Câmara Municipal de Belo Horizonte.

O caso de João Pedro ganhou as redes sociais no fim de agosto, mas a repercussão aumentou na semana passada. Adriane, que é presidente da Associação Mães que Informam (AMI) – que atende pessoas com deficiência e suas famílias – publicou um desabafo em sua conta no Facebook sobre a situação da criança.

“Hoje, vendo meu filho chegar da escola, não tive como não chorar. Toda a turminha da escola foi ao cinema, meu filho ficou da 7h às 11h20 circulando no corredor da escola com o auxiliar de apoio dele”, disse a mãe. “Há 9 anos meu filho estuda na escola inclusiva e ainda não conseguiram aplicar o lindo projeto que eu também amo, que se encontra escrito no papel. Ele não vai aos passeios da escola. Este ano, nem mesmo convidado à festa junina da escola foi. Motivos da escola: porque está frio, porque ele grita, porque levanta a perna, porque não sabem qual será a reação dele”, lamentou Adriane, dizendo que o filho ainda ganhou um balão como “prêmio de consolação”. A postagem já contabiliza mais de 10 mil compartilhamentos e 5 mil comentários.

Ontem, ela contou à reportagem do Estado de Minas que uma rede de cinemas de Belo Horizonte e uma distribuidora de filmes do Rio de Janeiro souberam da história e ofereceram uma sessão de cinema a João Pedro e seus colegas de sala da Escola Municipal Monsenhor João Rodrigues de Oliveira, que fica no Bairro São Geraldo, Região Leste de Belo Horizonte. Assim, na terça-feira, o grupo foi de ônibus ao Shopping Boulevard assistir a Emoji: o filme. “Pra mim foi muito bom o João ter ido no cinema porque mostrei para a escola que ele pode”, diz Adriane,  grata aos organizadores. “João viu o filme sem gritar, sem se levantar para ir ao banheiro. Ele foi dormindo no ônibus na cadeira (de rodas). Ele se senta e vê o filme quietinho. Não dá trabalho”, enfatiza.

No entanto, durante o passeio a mãe percebeu que falta um trabalho da escola que facilite a criação de vínculos entre seu filho e os outros alunos. “Nenhum menino deu bom-dia para ele. Duas meninas chegaram perto da gente e agradeceram por terem ido ao cinema e uma delas disse que gosta de segurar a mão dele. Nesse comportamento, eu vi mais uma reação típica de mulher, um comportamento materno, aquele carinho que as meninas têm com uma bonequinha, de algo que veem e querem cuidar. Não vi vínculo de amigo”, comentou Adriane. “Ele não está tendo inclusão social. Ele estava no grupo, mas não pertence ao grupo e me doeu mais ainda. Eu estava feliz porque ele conseguiu ir, mas  triste pela questão da inclusão”, diz a mãe de João Pedro.

Vaivém e despreparo

Desde os 4 meses de vida João Pedro frequenta escolas públicas inclusivas e sempre houve problemas, resultando em trocas de unidade. A criança está na Escola Municipal Monsenhor João Rodrigues de Oliveira desde maio. Adriana Cruz precisou tirar o filho da escola anterior porque os colegas reclamavam que o menino gritava na sala de aula, o que prejudicava a aprendizagem deles. Mesmo com as dificuldades, ela diz que João Pedro era incluído na vida social das outras instituições, fazia amizade com outras crianças e tinha uma participação mais ativa. Ela cobra a intermediação dos monitores, auxiliares de apoio, professores e gestores das escolas que, segundo ela, não recebem capacitação adequada para atender alunos com deficiência. “Até técnicos que se sentem frustrados porque não sabem o que fazer”, afirma.

“Na vida social do João, eu sou o auxiliar de apoio dele e digo para as pessoas que podem tocá-lo, conversar com ele. João não responde com palavras, mas ele vai rir, fazer cara de que não gostou”, explica. Adriane conta que tenta evitar que as pessoas vejam o filho com dó. “Ele sabe que aqui é a casa dele, que está na rua, no cinema. Sabe que é o centro da atenção. O meu filho nada sozinho, sabe fazer coisas. Ele não consegue falar, mas sabe o que está acontecendo no entorno dele. Eu, sendo agente de inclusão dele, falo para as pessoas, e o professor, o técnico de apoio, é obrigado a fazer o mesmo, mas não é capacitado”, destaca.

No dia 19, representantes da Associação Mineira de Reabilitação (AMR) vão até a escola fazer o Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) de João Pedro. O documento contém estratégias para o desenvolvimento do aluno com deficiência. Adriana diz que, desde o início da vida escolar do filho, já foram feitos nove documentos e nenhum foi aplicado.

A Secretaria Municipal de Educação (Smed) de Belo Horizonte informou, por meio de nota, que a Diretoria da Educação Inclusiva e Diversidades determinou, após o fato ocorrido na Escola Municipal Monsenhor João Rodrigues de Oliveira, um levantamento das ações de inclusão da escola. “Representantes da Secretaria estão fazendo uma avaliação criteriosa e um diagnóstico de todos os procedimentos adotados pela unidade escolar”, afirma o texto. Caso sejam verificadas inconsistências no trabalho da unidade, o órgão afirma que as correções serão feitas.

A direção da escola informou que “o aluno participa de atividades específicas, que buscam promover o seu desenvolvimento e a sua integração com o restante da turma e que todas as atividades propostas para o estudante são formatadas em conjunto com profissionais do Atendimento Escolar Especializado (AEE).” Além disso, segundo a Secretaria, o aluno tem o acompanhamento de um monitor de apoio à inclusão durante todo o tempo que permanece no local.

Atualmente, as escolas municipais atendem a cerca de 5 mil alunos com deficiência .

Fonte: www.em.com.br

Imagens:  Leandro Couri/EM/DA Press

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

 

Primeiro parque aquático do Mundo para pessoas com deficiência abre finalmente

Com o início da primavera aqui no Brasil, daqui há alguns dias, o sol trincanco – surge aquela vontade de dar uns bons mergulhos numa piscina para nos refrescarmos, por isso é normal que as pessoas procurem os parques aquáticos não só para se aliviarem do calor que se faz sentir, como também para se divertirem um pouco.

Infelizmente, aqui no Brasil, as pessoas com necessidades especiais acabam sempre sendo excluídas destas atividades devido à falta de condições que lugares costumam apresentar relativamente às suas necessidades, não só de mobilidade, como de conforto.

Foi pensando nisso que foi criado o primeiro parque aquático projetado especificamente para pessoas com deficiência – Morgan’s Inspiration Island (“Ilha Inspiração de Morgan”) – em San Antonio, Texas, Estados Unidos – onde é possível proporcionar uma experiência segura, confortável e divertida a pessoas que precisam de cuidados extra.

Com cadeiras de rodas PneuChairs, à prova d’água e impermeáveis ​​disponíveis para as famílias poderem alugar gratuitamente, este é um local acessível para cadeiras de rodas e onde crianças com “necessidades especiais” podem entrar gratuitamente.

Gordon Hartman, o seu fundador, disse numa entrevista: “(Não) é um parque de necessidades especiais; É um parque de inclusão”.

Quem sabe algum investidor aqui no Brasil, gosta da idéia e em breve teremos um parque assim… Vamos torcer para isso!!!!

Veja algumas das fotos tiradas neste parque aquático que faz as delicias de tantas pessoas 🙂

 

 

Fonte: http://www.inspiringlife.pt 

Você sabia que pessoas com deficiência são uma das prioridades no programa Minha Casa, Minha Vida?

BPS_0386_capa

Desde o início do programa Minha Casa, Minha Vida, todos os empreendimentos têm algumas casas adaptadas, mas foi em julho de 2012 que se tornou obrigatório. Todos os empreendimentos deve ter 3% de casas adaptadas para moradores com deficiência e/ou mobilidade reduzida.

Conforme previsto programa MCMV, todas as unidades do programa são adaptáveis, mas 3% vêm incluídas com um kit para pessoas com deficiência. As casas têm rampas nas calçadas para a facilidade de acesso de cadeirantes, barras nos banheiros, sinalizadores de campainhas para pessoas com deficiência auditiva, sinalizadores no chão para pessoas com deficiência visual, entre outras adaptações.

Famílias que possuem um ou mais membros com deficiência devem preencher no cadastro na prefeitura de seu município a prioridade, que serão provavelmente sorteados. Se, por exemplo, o número de candidatos com deficiência for maior do que os 3%, ele não será excluído. Ele ainda é uma prioridade, não só para o Ministério, mas por lei.

Esta determinação vai de acordo com a Portaria nº 146 que diz que o sistema viário do empreendimento deve priorizar o uso por pedestres e garantir a acessibilidade às pessoas com deficiência, conforme também os termos da Norma Técnica 9050 de 2015.

A norma diz que todos os espaços, edificações, mobiliários e equipamentos urbanos que vierem a ser projetados, construídos, montados ou implantados, devem proporcionar a maior quantidade possível de pessoas, independente de idade, estatura ou limitação de mobilidade ou percepção, a utilização de maneira autônoma e segura.

São prioridades do programa Minha Casa, Minha Vida: famílias desabrigadas ou residentes de áreas de risco ou insalubres; famílias com mulheres responsáveis pela unidade e famílias com membro com deficiência. Fica dispensada de sorteio a família que, enquadrada na Faixa 1 do programa, possuir membro dependente com microcefalia.

 

Fonte: www.minhacasaminhavida.gov.br 

 

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

Como obter o BCP/LOAS? Passo a Passo – Por Leticia Lefevre

Mães em ação

img_4998

O que é LOAS?

LOAS significa Lei Orgânica da Assistência Social.

A quem se destina?

Ela se destina a pessoa portadora de deficiência e ao idoso, que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção nem de tê-la provida por sua família, independente se contribuiu ou não ao INSS.

O que ela prevê?

A garantia de um salário mínimo de benefício mensal à pessoa portadora de deficiência que necessitem, conforme dispuser a lei.

Quais leis são base legal para a obtenção desse benefício mensal?

A Lei 8.742/93, conhecida como Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), e do Decreto 1.744/95.

Apesar da gestão do beneficio ser feita pelo INSS não se trata de um benefício previdenciário, e sim um benefício assistencial.

Com isso, este beneficio, é intransferível e, portanto, não gera pensão por morte aos dependentes. Além disso, também não gera pagamento a título de 13º salário bem como não…

Ver o post original 2.129 mais palavras

Você sabe o que é uma Home Party?

logo

O que é?

Home Party: É um evento realizado pelo organizador (anfitrião selecionado pelo site) que será responsável por unir as pessoas, por meio de uma experiência única, com o teste de um produto ou serviço específico, em uma data específica.

Como funciona?

Você se cadastrar no site https://www.myhomeparty.net/pt-br/ , há uma seleção dos participantes, caso seja selecionado, deverá convidar no mínimo 10 pessoas, que deverão se inscrever no evento

Após a confirmação de no mínimo 10 participantes, eles selecionam 200 anfitriões para a realização do evento. Todas as Home Parties acontecem no mesmo dia. Aqui em casa foi dia 17/06, aproveitamos meu aniversário e do marido.

Eu fui selecionada para o 1º evento desse tipo aqui no Brasil, mês sinto muito honrada.

O produto para a minha Home Party foi a Dolce Gusto Mini Me e suas cápsulas de Nescafé (Inspirando e criando sabores). Sinceramente, nunca havia ouvido falar desse tipo de evento, e olha que sou curiosa pra caramba. Mas como era vinculado a The Insiders, que já testei vários produtos, fiz minha inscrição totalmente despretensiosa. Fui selecionada, convidei os participantes, que se cadastraram no evento, assim que completaram as 10 inscrições o sistema liberou meu acesso ao evento.

IMG_2305
Mini Me
IMG_2299
Brinde para os convidados

Faltando alguns dias para o evento, recebi uma caixa (pacote vip) com os produtos para eu preparar o evento. Minha única obrigação era providenciar alguns itens para incrementar os drinks, usamos vodka, cerveja, hortelã, suco de pêsseco, canela, cacau, brigadeiro.

IMG_2295
Ingredientes

 

 PACOTE VIP

Para a Home Party:

  • 1 máquina Nescafé Dolce Gusto Mini Me – 110 volts
  • 5 caixas de cápsulas com diferentes sabores (16 cápsulas cada)
  • 10 mexedores de drinks
  • 10 porta copos
  • 5 receitas
  • Carta de Campanha com Check List

Para o Anfitrião:

  • 1 copo de vidro exclusivo
  • 1 Bolsa Exclusiva Nescafé Dolce Gusto
  • 1 caixa de cápsulas para degustar à vontade sozinho antes da sua Home Party

Para os Convidados:

  ***

 No primeiro momento, tive a impressão, que só receberia o material para o evento e teria que devolver a cafeteira e todos os itens que não estavam descritos que ficariam para mim. Foi então que veio a surpresa. Ganhei a cafeteira e todos os itens!!! Pensa em alguém mega feliz… Fui eu… A louca do café…

Sou tão doida por café que tenho uma Dolce Gusto Melody (não é automática), uma Nespresso e um coador de plástico… Não corro o risco de ficar sem café…

 Café para mim é vida… Imagina poder participar de uma experiência como essa… E com café… Tipo amei de paixão…

 Mas eu estava louca pela Mini Me que é automática e mais moderna, apesar de amar minha Melody vermelhinha….

Resumindo, foi a uma chance de curtir um momento incrível, na minha casa, com algo legal e com gente que amo!

Fora que foi muito engraçado…ume experiência bem válida. Começamos timidamente fazendo drinks, com paçoca, com canela, cacau, dai o povo foi se soltando e foi rolando drinks com vodka, cerveja… Cada convidado escolhia e fazia seu drink. No final foram mais de 20 drinks, com 12 pessoas participando, fora as crianças.

IMG_2310
Café com Cerveja
IMG_2366
Participantes

Foi demais… Uma experiência que quem participou dessa Home Party amou e nunca vai se esquecer.

Fizemos a seleção dos melhores drinks:

O melhor drink escolhido foi o de Dadinho (Aqueles da infância da Diziolli) ( amassamos 2 dadinhos e misturamos com o Late Machiato. Do Luciano.

IMG_2333
Melhor café: Latte com Dadinho

Outro drink que o pessoal amou foi o café com borda de brigadeiro.

IMG_2306

Drinks e Participantes

SGHI6321

PXUW8074NQXU8862

Obrigada!!!!

Como cortar as unhas do bebê?

 

IMG_4150
Essa é a outra tesoura, NÃO recomendo

Um dos primeiros desafios que nós mamães temos que enfrentar nos primeiros dias de nascimento de nossos bebês é aprender cortar as unhinhas deles.

E te confesso, não é uma tarefa fácil! Eu depois de muito tempo ( tipo 3 anos) virei craque nisso… Eu e minha super tesourinha arrasamos. kkkk Então acho legar compartilhar com vocês algumas dicas.

Quando devo cortar as unhas do bebê pela primeira vez?

Em alguns casos, os bebês já nascem com as unhas bem grandes, e que acaba fazendo o primeiro corte é a enfermeira, na maternidade. A minha pequena chegou em casa com garras de Wolverine, e eu tive logo que aprender a lidar com isso. Apesar das unhas serem bem fininhas, o corte não é fácil, pois ainda estamos nos acostumando com eles.

Uma amiga me disse que ela lixava as unhas do bebê dela, e lá fui eu tentar… Tentei com malha, com lixa de kits de maternidade, com lixa minha (claro nova) e nada de dar certo.

Tentei esperar um pouco colocando as tais luvinhas que evitaria que ela se arranhasse, mas então, eu aqui mãe noiada de primeira viagem, acchou que ela perderia o movimento das mãos.

Com isso, tomei coragem e fui lá cortar as unhas da #deusadafofícia. Acontece que eu havia comprado 2 tipos de tesoura e um alicate (trim), porque uma não bastava. Com o trim, foi impossível, com uma tesoura que ganhei num kit, missão quase impossível, porque ela cortava além de onde um mirava, foi aí que conheci a #melhortesouraparaunhasdebebês

IMG_2305
Nüby – Melhor tesoura do mundo

Qual cortador de unhas devo usar?

Depois que  tomei coragem e fui lá cortar as unhas da #deusadafofícia. Fiquei na dúvida de qual usar. Acontece que eu havia comprado 2 tipos de tesoura e um alicate (trim), porque uma, não bastava. Com o trim, foi impossível, com uma tesoura que ganhei num kit, missão quase impossível, porque ela cortava além de onde um mirava, foi aí que conheci a #melhortesouraparaunhasdebebês, ela é pequena com pontas redondas própria para isso.

Já existem no mercado cortadores de unha com lupa, que aumentam sua visão do local de corte, facilitando a tarefa e reduzindo o risco de lesões. Essa eu nem tentei.

É importante resssaltar, que tanto a tesoura quanto a lixa sejam usadas exclusivamente para cortar as unhas do bebê, evitando a contaminação e reduzindo o risco de infecções.

Como deve ser feito o corte das unhas?

Para cortar as unhas do seu bebê, siga este passo a passo:

  • Nos 1ºs meses procure um ambiente tranquilo, bem iluminado, sem barulhos ou distrações, porém, quando eles tiverem uns 3 a 4 meses, vale a pena por um desenho, ou pedir ajuda para segurá-los, porque eles se mexem muito;
  • Busque a tesoura e a lixa e garanta que elas estejam bem limpinhas, eu lavava a tesoura e depois desinfetava com álcool gel ( faço isso até hoje, filhota com 3 anos);
  • Lave suas mãos, e quando eles são maiorzinhos lave a deles;
  • Garanta que você e o bebê estão em uma posição confortável;
  • Segure a mãozinha da criança, pressionando a ponta do dedo para baixo, deixando a unha mais visível;
  • Realize um corte reto e não busque arredondar os cantos,e nem tirar cantinhos;
  • Não deixe a unha muito curta para reduzir o risco de inflamações;
  • Fica mais fácil cortar quando eles estão dormindo;
  • Se necessário, lixe os cantos das unhas para que o bebê não se arranhe;
  • E se nada disso der certo, ou a unha encravar, vale a pena falar para vocês que existem especialistas em corte de unhas de bebês. Então, se você realmente não tiver coragem,  ou encravar a unha do seu bebê, você pode procurar um especialista, é bem normal acontecer isso.

Como eu garanto que o bebê não vai se mexer enquanto eu corto as unhas?

Segure a mãozinha dele bem firme, a #deusadafofícia é treinada desde pequena, eu dizia não se mexe nem respira e até hoje ela obedece. Mas a minha afilhada parece o boi bandido em dia de rodeio, quando é dia de cortar as unhinhas dela, fora que em um pé ela tem mais cocegas que no outro. O mais importante é que você esteja segura nesse momento, mas se rolar uma insegurança que é bem normal,  principalmente nos primeiros cortes, você pode contar com a ajuda de uma segunda pessoa. Assim, enquanto um segura a mãozinha do bebê o outro faz o corte das unhas. Te digo com a minha afilhada é assim, desde 6 meses são duas pessoas para cortar as unhas dela.

Cortar as unhas machuca o bebê?

Não. Assim como quando você corta as suas unhas, não se machuca. Mas pode rolar uma choradeira, mais pelo fato de você segurar firme a mãozinha do bebê do que o corte em si.

Se o choro te desconcentrar muito e acabar te impedindo de cortar as unhas adequadamente, vale a pena tentar realizar a tarefa enquanto o bebê está adormecido. Eu particularemente nunca fiz.

Por que é importante cortar as unhas do bebê?

Porque há o risco do bebê se arranhar e acabar se machucando. As unhas compridas permitem o acúmulo de sujeiras e micro-organismos o que é um perigo já que o bebê vive colocando a mão na boca.

Com que frequência devo cortar as unhas do bebê?

As unhas do bebê crescem rápido, então geralmente é necessário cortar as unhas da mão toda semana e as do pé a cada 2 a 3 semanas.

O que fazer caso a unha do bebê encrave?

Se o canto da unha do bebê começar a ficar vermelho, inflamado e parecer que o bebê está sentindo dor no local, é preciso ter alguns cuidados especiais e ficar de olho na progressão do quadro.

Molhar os dedos da criança com água morna e sabão duas vezes por dia e aplicar uma pomada cicatrizante ou um óleo, massageando o local com movimentos circulares costuma resolver o problema. Se a inflamação começar a se espalhar, com todo o dedo ficando vermelho, e o bebê desenvolver febre, procure o pediatra.

E se você ficar insegura de cortar a unha depois, não se acanhe de levá-lo em um profissional para cortar a unha dele.

Como evitar que a unha do bebê encrave?

É só não cortar as unhas dele muito curtas e sempre em movimento reto, sem arredondar nas laterais.

Na época que a criança começa a engatinhar e arrastar as mãozinhas no chão, é quando as unhas encravadas mais comumente aparecem. Redobre os cuidados para que isso não ocorra.

Agora que você já aprendeu a cortar direitinho as unhas do seu bebê, não deixe de conferir os outros posts do blog! E qualquer dúvida é só deixar um comentário aqui embaixo pra nós!

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mamães!

Como fazer a meleca rosa da Masha e o Urso

Oi pessoal,

Muitas pessoas me perguntaram como eu fiz a meleca rosa da Masha para a festa da Fofícia, então vamos lá! Vou compartilhar com vocês como foi fácil!

Potinhos e colherinhas: comprei na 25 de março na Mastumoto

Adesivos: fui eu que criei a idéia, como no desenho, a Masha coloca na meleca um monte coisas inclusive amoras e morangos decidi fazer com as duas frutas.  Nos frascos eu escrevi geléia.

Olha como ficou o resultado

meleca 3
Meleca da Masha

 

Meleca: Danoninho caseiro de morango para obeter a receita é só clicar no link ao lado.

Foi bem tranquilo fazer,

Espero que gostem da idéia!!!!

Caso você desejar os adesivos me mande um e-mail que eu encaminho sem custo, depois é só imprimir em papel adesivo e recortar.

 

 

 

Danoninho caseiro de morango

meleca 3
Meleca da Masha

Receita:

01 lata de creme de leite

01 lata de leite condensado

01 pote de iogurte integral

01 tang de morango

Preparo:

Bater tudo no liquidificador  e colocar nos potinho com um saco de confeitar ( tentei com colher, não deu muito certo).

Obs: Não use outro refresco, o gosto fica diferente. Tentei fazer com caixinhas em vez de latas de creme de leite e leite condensado, e ficou muito forte o gosto do morango, se fizer com caixinhas diminua a quantidade de refresco.

Para as crianças que comem danoninho, essa receita é melhor do que você comprar pronto, porque rende bastante e é caseiro.

Espero que gostem!!!!

Ovo de Páscoa da Masha e o do Urso com a casa da Masha e a casa do urso 

Como sabem a pequena aqui ama a Masha e o urso.

Essa semana ela ganhou o ovo pequeno, custa em média de R$ 6 a 9 reais. Esse só vem um chocolatinho simples. Mas ela gostou do adesivo da embalagem.

Estávamos em busca desde antes da festa dela, do outro ovo que vem numa caixinha, que vezes vem a casa da Masha e vezes o urso.

Comprei essa semana, doida pela casa da Masha e o que veio? A casa do urso.

Ela amou. A casa vem com um urso, um sofá e o telefone do urso. A casa e mais ou menos do tamanho de uma mão fechada. Mas é bem fofa. Fica a dica para usar essas casinhas nas festas de aniversário. Em cima do bolo ou na decoração.

Não consegui identificar na embalagem como saber se dentro é a casa do urso ou da Masha, acho que é meio sorte.

Esse “ovo” da village http://www.village.com.br achei no Carrefour da Ricardo Jafet, em São Paulo, paguei R$ 29,00, o ovo mesmo é de 120g, o chocolate não é o mais gostoso mas da para comer.

Acredito que já esteja nos grandes supermercados.

Custo beneficio: ok ela amou e eu também

Obs.: se você descobrir como sabemos qual personagem está dentro da caixa sem abri-la me avise, por favor.

Como fazer o pirulito de galo da Masha e o Urso?

images (2)

 

Pense numa mãe que queria porque queria colocar esse pirulito da festa da filha.

Essa sou eu… Esses pirulitos que eram comercializados antigamente, dificilmente são encontrados.

depositphotos_111105376-stock-photo-the-candy-cock-on-a

Na minha busca para fazer esse pirulito de açúcar, achei até no Aliexpress (não tive coragem), mas no Brasil só achei uma pessoa que faz em Taubaté, no interior de São Paulo. Custa cada um R$ 0,80 –  o contato dela é Rosangela- (12) 99707-6960. Não comprei dela mas pessoas que compraram falaram que era recomendável. Como não comprei não sei o valor do frete.

https://portuguese.alibaba.com/product-detail/fruity-flavor-rooster-sweet-hard-lollipop-60125676590.html

Quando a descobri, já queria adquirir os pirulitos dela, mas eu já tinha gasto com as formas de galo.

Comprei nessa loja em Sorocaba, interior de São Paulo também http://www.formasparachocolate.com.br/index.php?route=product/product&product_id=2318 , achei muito barato, R$ 1,00 cada forma, comprei 2. O único ponto negativo dessa loja é que o frete é R$ 12,00 para São Paulo, mas aproveitei para comprar outras coisas.

Então, resolvi me aventurar. Pensei em fazê-lo de gelatina com gelatina incolor, mas não deu certo, porque a forma que comprei tinha espaço para colocar o palito e vazava toda a gelatina por lá.

Foi que tive a idéia de fazer de chocolate, mas achei meio sem graça. O que eu fiz? Diversifiquei as cores, fiz rosa, salmon e amarelo.

IMG_2436

Modo de preparo: uma xicara de chá de chocolate fracionado branco, usei da marca Harold, que por sinal gostei bastante, derreti 30 segundos no micro, mexi, mais 30 segundos no micro, dai coloquei o corante para chocolate, usei 1/2 colher de café. Bem pouquinho mesmo.

Dá para vc testar as cores que você quer, mas comece sempre com pouquinho corante para chocolate.

Obs. tem que ser corante para chocolate, porque se não ele empelota.

Usei esse

IMG_1958

Deixei uns 10 min em temperatura ambiente e coloquei 5 min na geladeira para soar, deopis deixei ele por mais 20 min e desenformei.

Dica: use palitos para pirulitos maiores, os pequenos ficam lindos, mas não ficam práticos para você colocar na decoração da sua festa.

Para ficar mais legal e durar mais voê pode colocá-lo em um saquinho plástico e fechar com fitinha.

img_2437.jpg

Espero que tenham gostado das minhas dicas.

 

 

 

 

 

Idéias de brincadeiras para festas infantis – Por Leticia Lefevre

Eu sou super adepta de que em festa de criança, criança tem que brincar. Mas sei que no mundo de hoje não é mais como era na minha época, em que  festa era só você ir que as brincadeiras surgiam entre as crianças mesmo, não precisava de nenhum planejamento dos pais.

Porém, esse ano na festa da #deusadafofícia resolvi manter o que funciona (aluguel de brinquedos) e retomar o conceito de antigamente.

Este ano optei pelo aluguel de um pula-pula que sempre faz sucesso com os pequenos, porém achei legal explorar o conceito antigo, onde as crianças brincam entre elas, sem monitores, onde as maiores ensinam as menores, onde os pais participam (vale a pena ressaltar que adoro festa com monitores… kkk) e com coisas simples podemos brincar bastante.

DSC03755

17201217_1458959770789081_4922367667236045361_n

Como a maioria da crianças tinha 3 anos, fiz um espaço especial para elas, algumas ideias foram surgindo com a troca de ideias com as  mamães amigas.

Este ano coloquei uma caixa grande com vários tipos de brinquedos: carrinhos, bonecas, bolas, argolas, pelúcias entre outros, havia brinquedos para crianças de 0 a 6 anos. (Lembra quando as crianças queriam brincar com seus brinquedos nas festas kkk)

Coloquei esse caixote em cima de um tapete de EVA, pois eu também tinha convidados bebês, e como mãe penso nisso também, pois para as mamães é sempre bom ter um espaço para os bebês brincarem.

espaço baby 3

DSC03803

Para o meu maior público ( crianças de 2 a 4 anos) coloquei 4 mesinhas com atividades diversas: tatuagens, máscaras, óculos, colares, massinha, desenhos para colorir. E onde vc conseguiu as mesas? Com as mamães amigas… Pegamos as mesas e cadeirinhas dos amiguinhos da #deusadafofícia e forramos as mesinhas de modo que ficassem padronizadas, e este foi o resultado.

Espaço kids

Nessas mesinhas eles brincaram, comeram, interagiram, e o objetivo principal foi alçançado. Criança brincando e se divertindo.

Quando cansavam de uma atividade iam para outra, cabendo a cada um deles escolher o que queria.

Para alegrar ainda mais as crianças comprei spray de cabelo, que faz o maior sucesso entre eles.

DSC03761

Claro que o playground do prédio foi um lugar muito visitado por eles, lembra quando íamos nos aniversários? Era lá que queríamos brincar também.

 

DSC03842.JPG

E já para os maiores, a bola e a quadra foram a melhor companhia.

DSC03826

E no final como antigamente, o bexigão… repleto de doces para as crianças pegarem.

Bexigão

DSC03860.JPG

Então, pessoal, dá sim para fazer uma festinha com várias brincadeiras e muita criatividade. E melhor ainda gastando pouco. Basta nós mamães nos unirmos e planejarmos algo para eles. Aceite ajuda e as ideias das amigas, o resultado pode ser melhor do que você poderia imaginar. E as crianças vão amar.

 

 

 

 

Festa Masha e o Urso – Idéias – Por Leticia Lefevre

Este ano a #deusadafofícia escolheu como tema para comemorar seu 3º aniversário o tema: Masha e o Urso

Apesar de parecer um tema simples, não é muito, pois há um leque de opções para se explorar.

Gostaria de compartilhar com vocês as idéias que tive para a festinha dela.

Fornecedores:

Bexigas e vestido: Aliexpress

Displays, Muro inglês, Tapete, Bolo Fake, bandejas quadradas, suporte de bexigas: Sonhen Decorações

Bolo da Masha e cupcakes: Magic Cake

Pula Pula: Ricardo Eventos

Personalizados, brigadeiros de urso, maçãs de chocolate e pirulitos de chocolate: Leticia Lefevre

Decoração da mesa: Leticia, Thaia e Irene

Mobiliários, bandejas de troncos, suqueiras, cestas, caixa de abelhas, caixotes, porta retratos : Acervo pessoal

Brigadeiros Gourmet: Vovó Célia

Bonecos: Acervo pessoal

Espaço kids: Leticia, Thaia e Irene

Salgados, docinhos simples e Churros: Capri Kit Festas

Garçons: garçonetes.com

Brigadeiro saudável de leite de amêndoas

receita-de-brigadeiro-light-de-whey-protein-004Ingredientes:

  • 1 receita de leite condensado de amêndoas
  • 3 colheres de sopa (generosas) de cacau ou chocolate em pó sem açúcar
  • 1 colher de sopa de óleo de coco
  • 5 gotinhas de essência de baunilha (opcional)
  • cacau e pó ou chocolate 70% ralado para enrolar os brigadeiros

Preparo:

Leve o leite condensado de amêndoas e o óleo ao fogo brando e mexa até ferver.  Tire do fogo, junte o açúcar e mexa até dissolver.
Volte ao fogo baixo e fique mexendo até engrossar e ficar com a consistência de leite condensado. Não precisa mexer o tempo toooodo, mas fique por perto e mexa sempre que puder. Leva pelo menos uns 30 minutos para apurar bem. Acrescente o chocolate aos poucos sem parar de mexer. Quando se usa cacau em pó, que é menos solúvel, pode-se dissolvê-lo antes com um pouquinho de água bem quente.

Acrescente  as gotas de essência de baunilha e continue mexendo até atingir a consistência desejada. Depois é só enrolar e aproveitar.

Leite condensado de amêndoas

leite-condensado-de-amndoas-vegano_t.png

Ingredientes: 

  • 2 xícaras de leite de amêndoas
  • 1/4 de xícara de açúcar (pode ser o demerara), açucar de coco, xylitol ou eritritol ( eu uso xilitol)

Preparo:

Coloque o leite de amêndoas numa panela, deixe esquentar até quase ferver (cuidado, ele pode derramar se ferver).
Tire do fogo, junte o açúcar e mexa até dissolver.
Volte ao fogo baixo e fique mexendo até engrossar e ficar com a consistência de leite condensado.

Não precisa mexer o tempo toooodo, mas fique por perto e mexa sempre que puder. Leva pelo menos uns 30 minutos para apurar bem.

 

 

Leite de Amêndoas

 

shutterstock_135036869_large

Ingredientes:

  • 2 xícaras de amêndoas cruas, sem sal e hidratadas
  • 3 xícaras de água
  • 2 pitadas de sal

Preparo: 

Bata todos os ingredientes no liquidificador, reservando somente uma das xícaras de água para depois.

Em seguida, coe o líquido com uma peneira e devolva a polpa retida ao liquidificador, acrescente a última xícara de água e bata mais. Coe novamente e reserve a polpa.

Agora passe o líquido por um pano de prato ou coador pra tirar todo o restinho da polpa e as casquinhas das amêndoas. Junte ao material que sobrar no pano a polpa reservada, faça uma trouxinha e esprema bem até tirar todo o líquido. O leite está pronto e você pode usar a polpa restante em massas, bolos, num risoto, pra fazer queijo vegetal ou no que mais você imaginar.

Se quiser um leite mais suave, é possível diluir um pouquinho.

Essa idéia de leite é para quem é alérgico a lactose, ou a proteína do leite ou apenas quer uma alimentaçãomais saudável.

Adeus Chupeta… Como tirei a chupeta do meu bebê

16143377_10209871018589298_1741165006918347745_n

Hoje, depois de uma semana, digo com alegria: adeus chupetas.

Desde o dia 12/1 a #deusadafofícia deu Adeus as chupetas.

Começou com uma brincadeira no carro, disse a ela que agora como ela era menina grande como a Lelê, ela não deveria chupar mais chupeta. Então, inesperadamente ela me deu a chupeta e fomos para casa. Quando chegamos em casa ela lembrou da chupeta que ficava presa no bichinho dela, chorou muito, devolvi a chupeta e conversei com ela que se ela desse a chupeta para a fada ela ganharia 2 fantasias uma da Branca de neve e outra da Rapunzel. Ela me devolveu a chupeta, pegamos todas e colocamos num pote para a fada vir buscar e levar para os bebês da creche que não tem mamãe.

No dia seguinte, não acreditando muito peguei as chupeta pus na bolsa e coloquei a fantasia lá. Quando ela acordou a fantasia da Rapunze estava lá! Ela ficou muito feliz. Ela ficou o dia inteiro sem chupeta e falou para a vovó: não chupo mais chupeta, sou menina grande. Dai a vovó e ela foram de “ombius” até o comércio local comprar o que ela quisesse. Ela escolheu uma Frozen que canta… Eu dei um voto de confiança a ela e dei a outra fantasia.

Parece que foi fácil né? Mas não foi fácil assim… ela nunca mais pediu a chupeta, mas vejo claramente a falta que ela sente. Faz mais de uma semana que ela tem dificuldade de dormir tanto à noite como de tarde. Já me disseram que depois de um mês volta ao normal! Tenho fé 🙏 . Não posso esquecer que ela deixou um vicio de lado. Que se para nós e difícil largar um vicio imagine para uma criança de 2 anos. Mas estamos indo de boa. Estou cansada, indo dormir tarde, tendo que lidar com ela mais carente, rolando muito boi bandido, mas muito feliz por que essa decisão partiu Dela.

Se me arrependo de ter dado chupeta? Sinceramente, não! Ela me ajudou quando eu fiquei 24h sem dormir, nos momentos de transição e quando eu precisei quando ela era bebê. Mas agora Adeus! É hora de partir… Minha menina cresceu. #chupeta #adeuschupeta #meubebecresceu #instakids #goodbye #pacifier #goodbyepacifier #partiu #partiupepe

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

COMO SOLICITAR ATENDIMENTO PEDAGÓGICO E TERAPÊUTICO PARA ALUNO COM AUTISMO

O Estado de São Paulo foi condenado a oferecer tratamento gratuito de forma integral ou parcial de saúde e educacional a todas as pessoas com autismo residentes no Estado (autos da ação civil pública nº nº 0027139-65.2000.8.26.0053) que tramitou perante a 6ª Vara da Fazenda Pública da Comarca da Capital. Desta forma, as pessoas com […]

via COMO SOLICITAR ATENDIMENTO PEDAGÓGICO E TERAPÊUTICO PARA ALUNO COM AUTISMO (apenas no Estado de São Paulo) — Defesa Especial

Esse texto foi compartilhado, não é de nossa autoria.

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

 

Decoração: Batizado – Espírito Santo

Oi gente, tudo bem?

No ínicio desse mês batizei minha sobrinha Ana Laura (Lala). Além de tia, agora sou dinda, então a tchinda aqui preparou várias coisinhas interessantes para  o batizado dela.

Como o Chá de Bebê dela foi de anjo, optamos por utilizar o símbolo do Espírito Santo para a maior parte de itens da festa.

Como batizado é um evento mais familiar, preferimos não exagerar na quantidade de personalizados, mas sim investir em peças mais elaboradas e significativas.

Espero que vocês gostem do resultado!

Águas: Para fazer a decoração das águas, eu utilizamos a imagem de uma das pinturas da igreja. Quando eu fiz o curso de batismo, nos foi dado um caderninho com as informações sobre o batismo. E essa imagem me chamou a atenção. Achei legal colocar algo significativo da igreja onde foi celebrado o batismo como uma recordação simbólica.

 

 

 

img_0137

 

Bandejas e doces: Optamos também por colocar a imagem da Santinha que a Ana Laura ganhou de nascimento junto com os docinhos. Como bandejas, dessa vez optamos por utilizar também sousplats para fazer algo diferenciado. Usamos souplast de cores diferentes para dar um colorido especial na mesa. Nesses souplasts, colocamos os docinhos da festa, a maioria preparado pela vovó da Lalá, com forminhas nas cores que usamos na mesa.

 

img_0138

img_0140

img_0143

img_0150

Cupcakes: Para ilustrar os símbolos do batismo, foram escolhidos cupcakes com as imagens do cálice e do Espírito Santo. Utilizamos para colocar os cupcakes bandejas transparentes para dar um ar de neutralidade a festa. Estes estavam deliciosos. Eram de chocolate, com ganache de chocolate mas por cima a pasta americana branca. Ficou bem interessante o contraste.

 

 

img_0139

Potinhos: Esses potinhos eu que inventei. Queria algo diferente do que eu tinha já visto na internet. Com isso, optamos potinhos de vidros, recheados com amendôas confeitadas. Os potinhos foram decorados com um tercinho. Como vocês podem ver, usamos prateado e dourado nas peças da festa, para dar um efeito diferente, e acreditamos que deu certo.

img_0142

img_0216
Mini bolinhos de limão siciliano: Encomendamos essses bolinhos para colocarmos mais elementos diferentes na mesa, pensa em algo divino… São esses bolinhos…  Como sobraram algumas peças  (porta docinhos) do Chá de Bebê, utilizamos também.  E sem querer casou direitinho os anjinhos do bolinho com os dos potinhos.

 

img_0145

 

img_0146

 

Chalckboard:  Todo o evento eu faço, pois  acho legal para registrarmos o maior número de informações do evento de forma lúdica.

img_0148

Bolo: Os papais da Ana Laura não curtem bolo com pasta americana, então, eles optaram pelo bom e tradicional bolo branco, com frutas e chantilly. Por ser verão, esse tempo requer um bolo mais leve, e acredito que a opção de chantilly com frutas é a melhor.

img_0149

 

Comes: Foram preparados lanches de metro, mini pães e carnes preparadas pelas vovós e salgadinhos. Algo simples que todo mundo curte.

Bebes: Refri, Suco, cerveja, whisky e água saborizada.

img_0151

Lembracinha: Gente, pode falar o que for. Eu sou vintage. kkkk. Como lembrancinha fizemos as velas e optamos também por oferecer as lembrancinhas que acredito, que todo mundo guarda… Acredito, que eu como você deve ter várias dessas que guardamos de festas nossas e de nossa família. Esse tipo de lembrancinha é algo que todos nós guardamos.

img_0162 img_0163
Velinhas (lembrancinha): Vi essa velinha na net e já quis fazer algo parecido. Peguei a ideia que havia visto no google e fiz as lembrancinhas inspiradas com o que eu vi, porém com meu toque pessoal. O que é isso? É uma vela, decorada com o símbolo do Espírito Santo. Para proteger o potinho que era de vidro a vela foi colocada  num saquqinho de organza e numa caixinha de plástico colada com cola quente.  Em breve colocaremo o passo a passo canal do YouTube Leticia Lefevre

img_9586

Tag: Fiz personalizada porém optamos por colocar dentro da caixinha sem furar nada.

img_9535

Mesa: Vejam como ficou o resultado da mesa. Algo simples e bonito. para complementar a decoração da mesa, usamos uma toalha “tradicional” da família para eventos especiais e flores.

img_0136
Igreja: O batizado foi realizado na Igreja São José (Ipiranga) , pelo Padre José Maria. O batizado foi por imersão e a pequena super se comportou.
img_0228

 

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

Decoração: Anjo – idéias

Oi Pessoal,

Estou devendo faz tempo mostrar os resultados do Chá de bebê da minha sobrinha linda Ana Laura!!!

Gente, ela já até nasceu e eu ainda não tinha postado. kkkk

Faz mais de 5 meses já!!!

Eu preparei quase tudo, de personalizados ( exceto bexigas) tenho pavor. kkkk

Então, as pessoas me perguntam, por que você não trabalha com isso? Porque meu dia só tem 24h e porque tenho medo de bexigas…kkkk

IMG_2968
Mesa principal
IMG_3029
Mesas irmãs
IMG_2963
Centro de mesa
IMG_2964
Lanche de metro
IMG_2965
Brinquedos

Fornecedor brinquedos: Ricardo Eventos

 

IMG_2966
Toalhas
IMG_2967
Cafés e águas personalizadas

 

IMG_2969
Painel

Fornecedor do bolo fake, anjinhas e nuvem de bexigas: Magda Angélica

 

IMG_2970
Mesa de presentes
IMG_2971
Pirulitos

Fornecedor pirulitos de chocolate: Magda Angélica

IMG_2972
Docinhos

Fornecedor: Magic Cakes e vovó Teté

 

IMG_2973
Cupcakes

Fornecedor Cupcakes: Magic Cakes

IMG_2974
Baleiros com mentos
IMG_2975
Brigadeiro de colher
IMG_2976
Bolo fake

Fornecedor do bolo fake: Magda Angélica

IMG_2977
Garrafas
IMG_2978
Latinhas
IMG_2979
Tubetes
IMG_2980
Pirulitos de bolachinhas

 

Fornecedor anjinhas e bolachas de nuvem:  Magda Angélica

IMG_2982
Águas personalizadas
IMG_2983
Águas personalizadas
IMG_2984
Cupcakes

Fornecedor Cup cakes personalizadosMagic Cakes

IMG_2986
Mini churros com doce de leite

Fornecedor Mini- churros: Capri Kit Festa

IMG_3045
Bolo de verdade

Fornecedor Cup cakes personalizados: Magic Cakes

IMG_3050
Mesa ( visão geral)
IMG_3054
Mesa ( visão ampla)

Fornecedor dos personalizados e montagem das mesas: Leticia Lefevre, eu kkkk

Espero que gostem das ideias.

Fiz tudo com muito carinho. Caso desejar alguma dica de como eu fiz algo da festa, basta me mandar um e-mail: contato@maesemacao.com.br  que eu terei um enorme prazer em compartilhar tudo que eu aprendi com essa festa.

As imagens são minhas, de uso pessoal e protegidas pela lei de Copyright, caso desejar usá-las, favor solicitar.

Sobre os fornecedores, não ganhei nada por indicá-los, as minhas opiniões são baseadas realmente na minha experiência.

 

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Nuggets caseiro

Como vocês já sabem, mudei meus hábitos alimentares, consequentemente, quando cozinho, cozinho para mim e para a #deusadafofícia as mesmas coisas saudáveis. (O marido odiou a idéia kkkk)

Semana passada testei uma receita bem legal, que dá até para ser feita junto com  os pequenos.

img_7958

Nuggets caseiro

 

Ingredientes:

3 files peito de frango em fatias cru

1 colher de sopa de azeite

2 colheres de sopa de farinha de linhaça

A receita original sugeria 1 cs de alho e e 1 cs cebola em pó, como eu não tinha usei o Mrs. Dash 1 colher se sobremesa

Sal a gosto

 

Preparo: 

 

Coloque os files de frango aos poucos no processador, junto com o azeite o sal e os temperos,  bata até que eles fiquem bem trituradinhos, (eu bati de 3 em 3). A massa fica bem molhadinha, então é só empanar os nuggets em farinha de linhaça ( se quiser pode empanar em farinha de oleaginosas), coloque no forno a 180oC e asse por uns 15 minutos vire e asse por mais 5 minutos. Olhando de vez em quando.

 

Espero que goste. Depois me fale o que você achou! Aqui super aprovado por mim e pela fofícia.

 

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

 

 

Cookie Prestígio

nova-imagem-1
  • Ingredientes:


    02 ovos
    01 xícara de farinha de amêndoas
    01 xícara de farinha de côco
    02 colheres de sobremesa de óleo de côco (derretida fica mais fácil)
    01 xícara de chá de gotas de chocolate cacau 70%
    01 colher de sopa de manteiga
    Xilitol a gosto ( usei 01 colher de sopa, mas na próxima usaria 3)


    Preparo:


    Misture tudo e coloque na forma com a ajuda de uma colher, quanto mais fininho mais crocante, depois no forno a 180oC por 30′ olhando de vez em quando. 

 

Essa receita sempre faço com a Fofícia, ela adora participar. Tente fazer  com seu pequeno e depois me conte.

 

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página noface Facebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Como escolher o melhor queijo para seus filhos?

queijos

Eu não sou nutricionista, longe disso, mas como estou low carb. e estou errando muito a mão no meu consumo, resolvi pesquisar sobre as informações nutricionais dos queijos que normalmente usamos em casa e com a #deusadafofía, para melhor avaliar minhas escolhas.

Essa pequisa me ajudou buscar as melhores opções para ela e para minha família.

Esse trabalho foi apenas de pesquisa. Cada mãe ou pai sabe o que é melhor para seu filho,  se tem dúvida, contate um nutricionista, mas achei interessante compartilhar com vocês o que eu encontrei.

Espero que gostem. Acredito que esse resultado da minha pesquida, ajudará vocês a escolher o melhor queijo para seu pequeno.

queijo

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Campos de Jordão com crianças e bebês

Olá pessoal!

Estou sumida né?

Correria total… Marido viajando e eu mãe quase em tempo integral (exceto quando estou trabalhando), mas aqui está punk…

No início de junho estive em Campos de Jordão com a #deusadafofícia para uns dias de descanso. A última vez que eu havia ido à cidade foi há mais de 15 anos e a vibe, era outra, então nem lembro muita coisa…

Este ano fomos eu, #deusadafofícia e a vovó, ficamos hospedadas na Colônia de Férias dos Funcionários Públicos de SP.

Para quem é sócio vale mega a pena!

 

Brinquedoteca

 

Optamos por fazer quase todas as refeições na colônia por estarmos com criança pequena, o que facilitou bastante a logística do passeio.

A noite a nossa opção de lazer era lá mesmo na colônia ora na lareira e a maior parte do tempo na brinquedoteca.

1º dia: 

Chegamos no final da tarde, então, antes do jantar fomos dar uma volta na Vila. Lá é muito gostoso! Passeamos, tomamos café, compramos algumas malhas. Melhor parte, claro que tinham coisas caras, mas também havia opções viáveis.

Vila Capivari

Fazer compras em Capivari também é uma atração imperdível. As mais diversas grifes estão presentes nas ruas e shoppings da cidade. Recentes tendências da moda podem ser encontradas nas lojas e boutiques, com destaque para malhas e artigos em lã fabricados na cidade. No local também pode-se adquirir produtos exclusivos de Campos como chocolates caseiros, a tradicional cerveja artesanal, artesanatos e souvenirs.

 

IMG_3293
Vila de Capivari

2º dia:

Nosso primeiro passeio foi na Ducha de Prata, é legal, mas acho que seja mais interessante para crianças maiores, ficamos lá por pouco tempo.

As lojinhas lá são bem legais e com preço justo. Vale a pena conhecer é bem bonito.

Ducha de Prata

Ducha de Prata em Campos do Jordão é formada por várias duchas artificiais que vislumbram os visitantes, nesta canalização desembocam águas vindas do represamento do Ribeirão das Perdizes.

Em meio à natureza exuberante da serra, as águas da Ducha deliciam os visitantes que podem utilizar plataformas de madeira para tomar banhos frios e saudáveis.

Local excelente para tirar fotos em meio às pedras e trilhas, ou simplesmente relaxar escutando o som das águas e dos pássaros.

Antigamente, nesse local, banhavam-se os hóspedes da antiga e famosa Pensão Inglesa.

Este tradicional ponto turístico está localizado no bairro de Vila Inglesa, na estrada para a Vila Capivari.

Além das quedas d’água você encontrará ainda barraquinhas com produtos artesanais e souvenirs, para lembrar-se sempre de sua visita à Campos do Jordão.

Entrada
Entrada franca

Endereço
Avenida Roberto Simonsen – Vila Inglesa

***

Pico do Itapeva

Nosso segundo passeio foi no Pico do Itapeva. Que vista linda! Mesmo com criança pequena vale a pena visitar. Mas agasalhe-se porque lá venta muito.

A mais de 1800 metros de altitude, uma paisagem maravilhosa onde se avista várias cidades do Vale do Paraíba, nos dias de céu claro.

Uma das vistas mais privilegiadas da Serra da Mantiqueira podem ser apreciadas do Pico do Itapeva.

Do alto de seus 2.030 m de altitude, é possível avistar 15 cidades do Vale do Paraíba. São elas: Tremembé, Guará, Aparecida, Taubaté, Pindamonhangaba, Roseira, Caçapava, Potim, Cruzeiro, Lorena, Piquete, Moreira Cesar, São José dos Campos, Eugênio de Melo e Cachoeira Paulista.

Um dos maiores picos do Brasil está localizado no território da cidade de Pindamonhangaba, mas seu único acesso acontece pela estrada de asfalto que sai de Campos do Jordão, tornando-se assim uma atração turística da cidade.

Entrada
Entrada franca

 Fazenda Lenz

Terceiro passeio do dia, na sequência partimos para conhecer a Fazendinha Toriba, porém não achamos. Então seguimos mais em frente e fomos ao Parque Lenz. Muito legal! Vale a pena ir com bebês, crianças e adolescentes, muita opções de lazer.

Um lugar maravilhoso, com um mirante panorâmico de onde é possível ver todo o Vale do Lageado, um dos mais belos cenários da Serra da Mantiqueira. Esta é a Fazenda Lenz.

Ali o visitante desfrutará de caminhadas em trilhas que levam a uma linda cachoeira e um maravilhoso mirante encravado nas pedras. Outra grande atração da fazenda são as compotas, geléias, chocolates e o famoso bolo inglês, produzidos no local.

A Fazenda Lenz possui ainda uma área de lazer onde é possível divertir-se com jogos como ping-pong e bocha. No restaurante são servidas as delícias da gastronomia de Campos do Jordão, tudo em completa harmonia com a natureza. Artesanatos e produtos da marca Lenz também podem ser adquiridos na loja anexa ao local.

Aproveite a paisagem e a tranqüilidade que há mais de duas décadas fazem da Fazenda Lenz um local inesquecível.


Entrada:
Adulto: R$ 14,00
Crianças de 02 a 07 anos: R$ 7,00
Aposentados: R$ 7,00

Endereço:
Endereço: Estrada Paulo Costa Lenz Cesar, 2150, próximo ao Hotel Toriba
Gavião Gonzaga – Campos do Jordão, SP

***

3º dia

Parque da Floresta Encantada

Para nós, esse parque foi o poto alto da viagem. Sabe o que é amar um lugar? A #deusadafofícia amou. Amou de paixão até hoje meses depois fala do lugar.

É bem legal, há várias casinhas, cada uma delas de um personagem. Ela amou o passeio. Não queria vir embora.

Só achei que as casinhas deveriam ser melhor conservadas e ter opção de alimentação. Havia só havia uma lanchonete, bem simplesinha

img_4355

img_4365

 Um mundo cheio de sonho e fantasia espera os visitantes que viajam para Campos do Jordão.

Localizado em uma região cheio de verde e tranqüilidade, o Parque da Floresta Encantada é um local de lazer onde as crianças se encontram com seus sonhos e fantasias.  Tudo em perfeita sintonia com a natureza de Campos do Jordão.

Neste espaço de 12 mil m² diversas Casas de Brinquedo, com temas de diversas histórias infantis, recebem a garotada para muita diversão e alegria.

Entre elas estão: A Casa dos Gnomos, Casa das Bruxas, Casa do Fantasma, Casa dos Coelhos, Casa do Anjos, Casa da Branca de Neve, Casa do Papai Noel, Casa dos Dálmatas, Casa das Bonecas,  entre outros.

Todas as casinhas foram criadas para deixar a garotada no clima destas fábulas, e foram decoradas com peças típicas das histórias mais conhecidas dos livros e da TV.

A garotada tem a oportunidade de entrar nas pequenas casas e sentir todas as  emoções e aventuras da brincadeira, participando das histórias com se fossem de verdade.

Nos finais de semana monitores fantasiados entram na brincadeira e deixam as crianças ainda mais à vontade no espírito da imaginação.

Os adultos também se divertem enquanto voltam no tempo para vivenciar as fábulas que escutavam quando criança.

O Parque da Floresta Encantada possui ainda uma lanchonete onde adultos e crianças pode se saciar para continuar a brincadeira.

Entrada
De segunda a sexta R$ 5,00
Fins de semana e feriados  R$ 10,00
Mês de Julho R$ 10,00
Crianças de até 3 anos acompanhadas dos pais não pagam
Preços especiais para grupos

Horário de Funcionamento
9:30 às 17:00 horas

Mais informações
(12) 3663-2596

Endereço
Rua Arandi, 270 (Caminho do Pico do Itapeva)

4º dia

Parque Estadual Horto Florestal

Nosso primeiro passeio do dia foi no Horto Florestal, eita lugar é lindo!!! Há muita opções de passeio para todas as idades, há lanchonetes, e um restaurante lindo, chamado Dona Chica, com vários brinquedos, só não ficamos para almoçar porque a pequena estava com muito sono.

Tudo é belo nesse parque.Só vale a pena se atentar porque ele não funciona às quartas-feiras.

Uma das maiores reservas de árvores coníferas do Estado de São Paulo, o Parque Estadual de Campos do Jordão, está localizado a 13 km da Vila Capivari, na Av. Pedro Paulo, s/n, no Bairro Horto Florestal.

Criado em 1941, o também conhecido como Horto Florestal, possui 8,3 mil hectares de área preservada e oferece ao visitante uma vasta área de lazer, como bosques para piquenique, churrasqueiras, trilhas para caminhadas, lanchonete, atelier ambiental, uma capela, centro de exposições com mostras de exemplares da fauna e flora da região, viveiro de plantas, além de paisagens belíssimas e o contato direto com a natureza.

No local também são desenvolvidos programas relacionados à pesquisa, educação ambiental, recreação e conservação dos recursos naturais, que fazem da presença imponente da Serra da Mantiqueira um local de características muito especiais. Há também no parque um Posto de Salmonicultura, instalado com a finalidade de criação de trutas para o peixamento constante dos rios e lagos da região.

Entrada
R$13,00 por pessoa
Meia entrada para estudantes, crianças abaixo de 8 anos e idosos acima de 60 anos

Horário de Funcionamento
Aberto diariamente das 9:00 às 16:00 horas.
Fechado as quartas (exceto feriados, e nos meses de junho, julho e janeiro).

Mais Informações
(12) 3663-3762
(12) 3663-1977

Endereço
Av. Pedro Paulo, s/n – Horto Florestal

Chocolate Araucária

Terceiro passeio  foi na Chocolates Araucária. Como #deusadafofícia dormiu, voltamos para o hotel, almoçamos e fomos tomar café da tarde no Chocolate Araucária. O lugar é bem legal, e o founde de pote deles sensacional. Há também um museu do chocolate bem fofo, e você pode ver por meio dos vidros como é feito o chocolate deles. É bem legal!

Visitar a fábrica do Chocolate Araucária é uma experiência não apenas agradável, mas também muito tentadora!

Através de uma parede de vidro, os visitantes podem ver como são feitos estes tradicionais chocolates de Campos do Jordão, acompanhando alguns processos artesanais de dar água na boca.

Na loja em anexo você poderá apreciar as diversas opções do menu à base de cacau e também tortas doces ou salgadas e cafés diversos, bolos e sorvetes, sem falar do fondue express e do petit gateau.

Você encontra ali também toda a qualidade da linha dos Monges como a tradicional Geleia, doces e conservas. Além disso, no espaço cultural, painéis e vídeos mostram tudo sobre essa saborosa história, seus sentidos vão adorar.

A fábrica abriga também o Museu do Chocolate, onde os visitantes podem aprender mais sobre as primeiras criações feitas a partir do cacau e como surgiu o chocolate que apreciamos hoje.

Na lojinha e no café os apreciadores do bom e velho chocolate podem experimentar as delícias fabricadas ali mesmo, além de comprar irresistíveis lembranças para parentes e amigos.

No friozinho de Campos do Jordão nada melhor que apreciar e conhecer melhor as doces e saborosas receitas produzidas na montanha. Confira!

Entrada
Entrada franca

Horário de Funcionamento
Diariamente das 10:00 às 18:00 horas

Mais informações
(12) 3668-9581

Endereço
Rua Amadeu Carletti Jr., 255 – Vila Jaguaribe

 

Não estávamos com rodinhas nos pés como parece. Como tudo é perto, fomos um pouquinho em cada lugar.

 

 Morro do Elefante e Teleférico

O quarto passeio foi ao Morro do elefante. local com uma vista linda e com um Parque dos Elefantes que as crianças adoram. Vale a pena a visita.

Em viagem à Campos do Jordão um passeio se faz obrigatório. O Morro do elefante é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade. Seu curioso nome tem origem na formação da montanha, que de longe se assemelha ao contorno de um elefante.

O cume do Morro do Elefante alcança a altitude de 1.800 metrosacima do nível do mar, promovendo uma inesquecível visão panorâmica da cidade. O local escolhido como sede do poder executivo possui um belíssimo jardim colorido por lindas flores, que faz parte do mirante em que milhares de pessoas posam para fotos o ano todo.

Nesta maravilhosa vista é possível enxergar toda a Vila Capivari, parte do Alto do Capivari entre outros bairros da cidade, além de diversas montanhas que se perdem no horizonte. O acesso ao ponto turístico pode ser feito de duas formas: pela estrada ou pelo teleférico.

Pela estrada o visitante tem a oportunidade de passar por belas paisagens, formadas por grandes casas e condomínios, cercadas de verde e decorados com lindos jardins. O Morro do Elefante fica a menos de 10 minutos partindo de carro do centro de Vila Capivari.

Entrada
Entrada franca – passeio público

Endereço
Rua: Marco Antônio Cardoso, 240 – Morro do Elefante


TELEFÉRICO
Se a opção for subir de teleférico a aventura fica mais divertida. Dezenas de cadeiras, suspensas por cabos de aço, levam as pessoas até o topo do Morro, possibilitando uma linda visão aérea do centro turístico da cidade.

O teleférico existe desde 1970 e encanta os visitantes da cidade por se assemelhar a outros similares existentes em estações de esqui em diversas partes do mundo.


Passeio

O passeio de teleférico custa R$ 15,00
Mais informações (12) 3663-1530

 

img_1085

img_0945

Parque da Estrada de Ferro

No Parque da Estrada de Ferro um charmoso lago enfeita a paisagem, que sugere uma tranquila caminhada com a família e amigos. Bem próximo algumas lojas oferecem produtos tradicionais de Campos do Jordão como malhas, chocolates e artesanato.

As lojinhas são bem legais e com preço justo.

É próximo a esse parque há o  o acesso ao teleférico.

 

IMG_3338

  IMG_3339img_0951

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Assistência Técnica – Babá eletrônica Summer Infant

 

1_58_80_1Sempre me diziam que babá eletrônica era muito importante quando se tem um bebê, quando engravidei optei por fazer meu enxoval em Orlando, por uma série de razões… Não porque tenho grana, mas por ser a melhor opção na época.

Ao pesquisar sobre babás eletrônicas, vi diversas opções, as simples apenas com som, as de imagem, as de wi-fi, as ibaby, os angel care com babá acoplada, as com super telas quase com tamanho de tv,  vi e analisei todos os modelos.

Como sou uma pessoa mega econômica, para não dizer pão dura… Analisei minhas necessidades com as opções que eu tinha. No meu orçamento, eu tinha 200 dólares para comprar uma babá eletrônica e decidi ainda no Brasil por uma Summer Infant.

Mas quem me conhece sabe que espremo o limão até a última gota… Foi quando eu achei na minha loja preferida nos EUA a Burlington, a babá eletrônica que eu queria com câmera, com infra-vermelho, com wi-fi, só faltava me falar que eu sou linda… kkk Isso tudo por 99 dólares. Pirei né… ia sobrar mais 100 doláres para eu delirar..

Na hora que eu vi já adquiri essa babá. Essa babá eletrônica  da Summer Infant era uma das Tops do momento, e a única diferença com a da Motorola era que a tela era menor, que depois percebi que fiz uma boa escolha.

Cheguei no Brasil, marido instalou ela  no quarto da bebê,instalou nos celulares e tablets os aplicativos, e tudo foi perfeito para mim com essa babá eletrônica e ainda está sendo.

Pontos positivos:

  • Você enxerga o bebê perfeitamente na tela da televisãozinha;
  • No meio da noite, você consegue enxergar perfeitamente o bebê no berço, não sendo necessária uma tela gigante (Meu… Imagina no meio da noite se uma tela de 8 polegadas já é difícil você lidar com a luz imagine uma tela gigante, puts sua vista vai para o espaço…)
  • Tem opções de volume que você consegue até ouvir a respiração do bebê;
  • O wi-fi funciona perfeitamente, eu monitorava minha filha do mercado quando ela ficava com o pai. kkkk
  • Até hoje, eu uso com a  minha filha de 2 anos;
  • Hoje com 2 anos: uso quando ela dorme a tarde e coloco ela no berço para ver se ela já dormiu  e uso também a noite para saber se ela acordou realmente ou só está resmungando…

Pontos negativos:

  • Assistência técnica: mesmo o produto sendo comercializado pelos grandes magazines de São Paulo, inclusive as lojas on-line, se você precisar de assistência técnica, terá dificuldade de achar…

 

Porém, estou aqui para ajudá-lo… Minha babá eletrônica queimou a primeira vez a #deusadafofícia tinha 8 meses e a segunda vez quando ela tinha 1 ano e meio, ambas as vezes após um raio. Sugiro que você a instale em um filtro de linha para evitar que isso aconteça. Ajuda bastante evitar o dano na babá.

Fiquei quase 2 semanas procurando assitência técnica e encontrei…

Assistência Técnica para Babás eletrônicas em São Paulo

Hospital das Bonecas  Central de atendimento: (11)2643-2630

Avaliação do serviço:

  • Resultado: Babá eletrônica consertada, o valor não foi tão caro, no caso da minha R$ 200,00 ambas as vezes, considerando que uma nova no Brasil custa R$ 1.800,00, e nos EUA 199 dolares ( R$ 800,00) valeu a pena.
  • Prazo: Demorou uns 10 dias para ficar pronta a primeira vez e a segunda vez 15 dias.
  • Atendimento: Recomendo, como da 1a vez a minha filha era bebê informei a atendente, que agilizou meu orçamento e conserto.

Quando liguei na loja tive a informação que eles faziam a assitência técnica de outros modelos e marcas de babá eletrônica, e se você não é de São Paulo, você pode mandar para eles por Sedex, eles arrumam e te devolvem por Sedex.

 

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

 

 

 

Segurança do bebê – Monitores de movimentos, respiração e babá eletrônica – Qual é a melhor opção?

Eu não sei vocês, mas eu quando a #deusadafofícia nasceu, eu era bem preocupada se ela estava respirando ou não, se ela estava bem enquanto dormia no berço dela, e estava chorando.

Para monitorá-la, eu usei e ainda uso a babá eletrônica da Summer Infant que é bem legal… Você enxerga direitinho o bebê dormindo, mesmo com uma tela pequena, ouve a respiração dele, e ainda pode monitorar pela internet todos seus movimentos meio de um aplicativo. Valeu super a pena a aquisição. Até hoje, ela com 2 anos eu uso. Essa babá eu paguei nos EUA, na Burlington,  99 doláres e valeu cada centavo. No Brasil, essa babá eletrônica custa por volta de R$ 1.800,00.

A única coisa ruim é achar assitência técnica do produto. Claro que já achei… Mas vou compartilhar com vocês em outro post.

1_58_80_1

A #deusadafofícia desde que nasceu, tinha muito refluxo, quando ela tinha 4 meses, ela sufocou … A minha sorte é que na hora do sufocamento, havia em casa, um médico e uma fono, amigos nossos, que me ajudaram nesse momento.

Após esse dia, não fiquei mais tranquila. Uma semana depois, ela sufocou novamente, mas ai eu consegui desafogá-la. Então, não tive mais paz.

Foi quando pedi para minha cunhada me trazer dos EUA um Angel Care, para quem não sabe o que é: É um  sensor de movimento posicionado debaixo do colchão do bebê detecta até mesmo a mais suave respiração da criança. Um alarme soará se nenhum movimento for detectado em um intervalo de 20 segundos. É tipo uma  babá eletrônica, mas com monitores do movimento da respiração do bebê.

666594040107-2-zoom

O  meu foi comprado da MacroBaby paguei por volta de 100 dólares.

Ele é ótimo, porém, em duas noites, a #deusadafofícia saiu de cima da placa, porque ela rolou no berço, e esse trem disparou. Quase morri do coração… Usamos bem pouco, acho que até ela ter uns 8 meses. Hoje, o Angel Care está no quarto dela como abajour. É um ótimo abajour. kkkk

Hoje, no meu ponto de vista, o Angel Care vale a pena para ser usado até uns 6 meses, porque quando o bebê começa a rolar, é um estresse só esse negócio apitando na madrugada, mas mesmo assim acho válida a aquisição dele, se você tiver dinheiro sobrando para fazer seu enxoval, pois o custo dele no Brasil é bem carinho, por volta de R$ 750,00.

A única coisa ruim é achar assitência técnica do produto. Claro que já achei… Mas vou compartilhar com vocês em outro post.

Esses dias recebi um material sobre um novo sistema de monitoramento de bebês e achei interessante pesquisar sobre ele para compartilhar com vocês.

Ele se chama BabyHug, o maior ponto positivo é que é um produto nacional, com isso, caso haja algum problema é fácil localizar uma assistência técnica.

BabyHug---Button-inteligente-que-conecta-voce-ao-seu-bebe---VBH010---Ventrix-7473680

Ele monitora informações da criança, como respiração, movimentos bruscos, eventuais queda e distanciamento do aparelho. É tipo um Angel Care, mas ele fica fixado na roupa do bebê.

Como funciona? Você fixa o dispositivo na roupa do bebê e este dispositivo ajuda monitorar todos os movimentos do bebê por 24horas e todo o processo pode ser acompanhado pelos pais com imagens ao vivo, por meio da internet, de qualquer celular ou tablet.

Outro ponto positivo, é que os pais conseguem monitorar e interagir com o bebê por meio de vídeo e áudio, coisas que os modelos acima não fazem. É indicado para o primeiro ano de vida do bebê.

Não é um produto barato, porém, apresenta mais opções que a babá eletrônica (pois não tem uma câmera fixa) e mais opções que o Angel Care (pois você usa na roupa do bebê podendo ser usado em mais de um lugar, como carrinhos, cadeirinhas)… Acredito, que se você puder adquirí-lo, é uma boa opção.

Os 03 produtos no meu ponto de vista valem a pena.

 E aí, gostou da nossa publicação?

Custa nossa páCompartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Você sabe o que é Shantala para bebês? – Por Karyna Saveriano

13407260_1256433051041246_9076006461111772289_nA Shantala é uma massagem milenar indiana, sem registro de quando surgiu exatamente em Kerala no Sul da Índia. Foi descoberta quando o médico francês Frédérick Leboyer, de passagem pela Índia, se deparou com a cena de uma mulher num calçada pública massageando seu bebê. Seu nome era Shantala, ela era paraplégica e estava numa associação de caridade em Pilkhana, Calcutá.

Baseada nos mesmos princípios do yoga e da medicina ayurvédica, a shantala é indicada para recém-nascidos a partir de um mês de idade, quando a pele já está mais preparada e o umbigo cicatrizado. Seu objetivo é relaxar a criança, eliminar tensões, bloqueios, insônia e choro sem motivo aparente, proporcionar segurança, elevar a autoestima e, principalmente, equilibrar os sistemas energético e emocional.

Também atua na cura de disfunções orgânicas, como cólicas, gases, prisão de ventre e problemas respiratórios e pode ser praticada em crianças com traumas de nascimento, carência afetiva e desequilíbrio neurológico

***

Caso tenha interesse em aprender mais sobre o assunto, no dia 31 de julho, domingo, das 9 às 16h haverá um curso voltado ás mamães, gestantes, pedagogas, fisioterapeutas, massoterapeutas, naturopatas, alunos dos cursos de massagem, psicólogos e interessados.

Investimento: 150 reais ou 2x 80,.00 reais (aluno Atmam 120 reais)

Mais informações acesse: www.atmam.com

***

TRAZER TOALHAS GRANDES PARA SENTAR NO CHÃO.
TRAZER OLEO DE MASSAGEM PARA QUEM TROUXER SEUS FILHOS.
TRAZER TOALHAS EXTRAS.

TRAZER BONECA GRANDE , DE PANO SÃO AS MAIS INDICADAS, PARA A PRATICA.

ROUPAS CONFORTÁVEIS E LARGAS, POIS O CURSO É DADO TOTALMENTE NO SOLO!!!!!!!!!!!!!!

60 dias de neblina 

Oi pessoal,

Li esse texto e gostaria de compartilhar com vocês!

***

Você já ouviu o ditado “neblina baixa sol que racha”? Se nunca ouviu, vou explicar. Dizem que quando o dia amanhece com muita neblina é porque será um dia lindo, de muito Sol. Este texto tem a ver com isto. A neblina que vem antes do Sol e do céu azul…

Ahhhhhh os primeiros 60 dias com um bebê recém nascido em casa. O leite que finalmente desce, deixando o seu seio do tamanho de um melão transgênico. Duro igual uma pedra. Os hormônios que te fazem ir do gatinho fofo do shrek para a esposa do Chuck, o boneco assassino. Se você fez cesariana a cicatriz incomoda. Se você teve parto normal sentar incomoda. A barriga que fica igualzinha uma bexiguinha “murcha”, bem murchinha. Se quando grávida você tinha uma linha escura na barriga (“linea nigra”), saiba que ela consegue ficar ainda mais escura depois do parto (surpresaaaa!!). O umbigo que fica igual o olho esquerdo do Nestor Cerveró. Sangue, sangue, sangue e mais um pouquinho de sangue. Leite, leite, leite e mais um pouquinho de leite. E você que odiava usar absorvente agora tem que usar não somente na calçinha mas também no sutiã. E para fechar com chave de ouro ainda temos a famosa cinta pós parto (ou calçinha alta) que alguns médicos recomendam.

E não para por ai. Ainda temos:

Uma mistura de sentimentos que ninguém consegue explicar. Uma sensação de felicidade plena misturada com cansaço, amor, euforia, e tristeza.

Noites mal dormidas.

E se a noite é bem dormida, você então acorda boiando em um mar de leite. Azedo.

Seus mamilos que há esta altura já estão tão indignados com você que já quase te perguntam: Escuta aqui mulher, que merda é esta que você está tentando fazer?

Cólica.

Choro. Muito choro. Chora o bebê, chora você.

Mil pessoas palpitando na sua vida e na do bebê: Não pode comer tal coisa porque dá cólica. Mas você precisa se alimentar bem pois esta amamentando. Chá de camomila é excelente para cólica. Mas não pode dar na mamadeira porque se não o bebê não vai mais pegar o peito. O bebê está dormindo demais, de menos. Está mamando demais, de menos. Você está agasalhando demais, de menos.

Quebrante. Bem vinda ao mundo do tal do quebrante. E sempre vai ter uma pra falar: “Quebrante é comum. A gente mesmo coloca quebrante nos filhos”. Quer saber? Vai todo mundo tomar no meio do cu com este papo de quebrante. Quebrante me IRRITA!!! Não vou amarrar fitinha vermelha no bebê e ponto final.

Cocô explosivo. De madrugada. Por que? Por que Por que Senhor?

Vacinas que doem mais em você do que nele.

E durante uma madrugada qualquer, você já no auge da privação de sono, ergue o tom de voz, implorando para que o bebê durma. O bebê dorme. Você olha aquele rostinho lindo, e se pergunta: Como eu fui capaz de erguer a voz para este anjinho que eu amo mais que tudo? Que bruxa! Eu sou a pior mãe do mundo. Víbora. Eu mereço arder no fogo do inferno…

E a quarentena acaba e você fica pensando como vai dizer para o marido que a última coisa que passa na sua cabeça é sexo.

E saiba que quando finalmente rolar, há grandes chances de ser uma merda. Juro que não sei o que acontece, mas independente do tipo de parto, da impressão que voltamos a ficar virgens depois de ter filho, ou é o pinto do marido que resolve ficar gigantesco e virar estrela de filme pornô.

Você cuida do bebê e acaba esquecendo de você. Você fica dias sem ao menos se olhar no espelho. Não que você não queira, mas simplesmente porque você não lembra. Falta de tempo, falta de memória, não sei. Só sei que um dia você vai se olhar no espelho e vai se deparar com uma sobrancelha mais peluda que a perna do maridão. E vai lembrar que você além de mãe, é mulher, e esposa, e filha, e amiga.

E nestas alturas você já está igual aquele vídeo do David depois do dentista: “Is this real life”?!

E os dias passam.

E entre um choro e outro aparecem os sorrisos. Sorrisos que fazem seu coração explodir de amor e alegria.

Amamentar fica bem mais fácil.

Você já se sente mais segura e não se deixa abalar por palpites de terceiros.

Os hormônios dão uma trégua.

O bebê começa a dormir melhor.

Você e o seu bebê vão se conhecendo e entrando em sintonia. E não é que você está pegando a “manha” desta tal maternidade?!

Você até começa a cuidar um pouquinho de você.

Sexo volta a ser algo interessante, bem interessante.

E a vida vai voltando ao normal. Um novo normal.

E um belo dia você entra no elevador do prédio e encontra uma vizinha. No colo dela um bebê de 10 dias. Você olha para ela. Olha para o bebê. E tenta lembrar como era a sua rotina quando o seu filho tinha aquele tamanho.

Você tenta puxar na memória. Você não consegue lembrar. Como assim? Seu bebê tem só 7 meses, nem faz tanto tempo. Mas por que você não lembra? É como se tivesse uma fumaça. Uma neblina cobrindo a memória…

Os primeiros 60 dias de neblina.

Se você ainda está no seus 60 dia de neblina, tenha paciência. Curta os dias de pijama. Não caia na pressão dos outros que exigem que você saia da sala de parto como se nada tivesse acontecido. A vida mudou. Você mudou. Não se force a nada, absolutamente nada. Você já tem novidades o suficiente para processar. Não seja tão dura com você. Não permita que sejam tão duros com você. As visitas podem esperar. O mundo pode esperar. Leve as coisas no seu ritmo e se deixe levar rumo ao Sol. Pois depois da neblina, sempre vem o Sol.

Por A Maternidade por Rafaela Carvalho

Imagem: Arquivo pessoal

Você sabe o que faz um mastologista?

962890ed-ca5b-4670-ab3d-63c44f1c2df1Talvez você já tenha se consultado com um mastologista e não sabe, pois ele também pode atender como ginecologista. É isso mesmo, mastologista é o médico que é especialista em mamas, ele é o profissional que trata de todas as doenças mamárias, inclusive do câncer de mamas.

A segunda indagação, se estendermos um pouco é a respeito de quando devemos procurar um médico mastologista e qual o melhor momento da vida. É bem simples tirar essas dúvidas que podem lhe ajudar na hora de procurar ou precisar dessa especialidade.

Em geral, o princípio básico é conversar com o ginecologista, mas se preferir pode agendar consulta diretamente com o mastologista para uma avaliação mais direta das mamas e o momento indicado vai depender da necessidade de cada paciente, porém, a grosso modo, podemos dizer que toda mulher a partir dos 20 anos deveria fazer ao menos uma consulta com o médico mastologista.

A mulher passa por muitos processos de mudanças ao longo de toda a vida, claro que o homem também, mas no caso das mulheres que precisam lidar com tantas mudanças hormonais, a atenção fica voltada para a saúde da mulher como um todo, sendo que os cuidados com a mama despertam maior atenção pelo fato do câncer de mama ser uma das doenças mais perigosas para o sexo feminino e o mastologista é o profissional indicado para fazer o acompanhamento.

O profissional mastologista não é apenas para ser consultado quando se suspeita de câncer de mamas, é importante para avaliação geral, informação e até orientar sobre o autoexame, se está sendo realizado da maneira correta, além disso, existem outras doenças que podem afetar a mama que embora sejam benignas precisam ser tratadas o quanto antes para impedir que evoluam para outros estágios.

As doenças de mama também podem acometer os homens, embora que em número menor do que nas mulheres, o profissional especializado em mastologia também trata do sexo masculino no que dia respeito às mamas. Nos homens os distúrbios podem ocorrer a partir dos 35 anos, que é o período mais comum e quando existe histórico familiar com parentesco de primeiro grau ou quando não há uma dieta alimentar balanceada.

Por falar em dieta balanceada, o ideal é procurar adicionar ao cardápio mais frutas,  legumes, verduras, reduzir o consumo de bebidas alcoólicas, alimentos gordurosos e fazer exercício físico.

Para saber mais, consulte um profissional mastologista para que ele possa fornecer todas as orientações necessárias sobre como se cuidar e fazer avaliação das suas mamas.

Fonte: Clínica da Mama

Low Carb: mudança de hábito alimentar

Há poucos meses resolvi mudar minha alimentação. Resolvi que me tornaria uma pessoa mais saudável, me alimentando de uma maneira melhor.

Com isso, surgiu a LOW CARB na minha vida, e consequentemente, comecei a comer comida de verdade. Passei com a nutri  Alice  que fez meu plano alimentar.

A mudança não é muito fácil porque sempre há fatores que dificultam o processo de mudança.

Nessa mudança, estou aos poucos trazendo a Fofícia e o marido para comer coisas mais saudáveis.

Introduzi o Kefir na minha vida e na vida dela, ela ama. Estou cozinhando com mais verduras e legumes, e ela quer comer tudo que eu como, com isso ela também se torna mais saudável.

IMG_2216

Açúcar em casa só xilitol, claro que não sou xiita, quando ela sai da nossa casa, ou passeia ela come tudo que ela quiser, mas ó limito as porções.

Em casa ela adquiriu o costume de comer castanhas, em vez de salgadinhos, ela chama todas as castanhas de minudá (amendoim).

Suco tento sempre fazer natural e no máximo polpa.

Uma das coisas que está me ajudando bastante é o fato dela ter se adptado bem a minha nova dieta comendo o que eu como.

Porém, como ela está em fase de crescimento ela come arroz integral e feijão, come raizes, opto sempre pelas mais saudáveis. Coisas que eu evito por estar de dieta.

Temperos só naturais.

São pequenas coisas que acredito que no futuro farão bem a a mim e principalmente a ela.

Resumindo, hoje em casa comemos comida de verdade.

Com isso já eliminei 7kg dos 15kg que preciso. Já cheguei no peso que eu engravidei. Mas como não é só dieta, quero levar o estilo LOW CARB para minha vida.

Caso queira saber mais sobre o assunto tem um blog bem legal do Dr. Souto que é super bem explicadinho. http://www.lowcarb-paleo.com.br/

Em breve compartilharei algumas receitas com vocês que podemos fazer com os pequenos.

 

Dica de produto: Kit Médico, da Dra. Brinquedos da Toyng Briquedos – por Leticia Lefevre

Semana passada comprei para a fofícia um KIT MÉDICO, da Dra. Brinquedos. Não preciso nem falar que ela amou.

Quem não gostou fui eu, que fui paciente dela por horas. kkkk Brincadeiras a parte, mas achei esse Kit bem legal, tem um termômetro, um microscópio, um estetoscópio, uma tesoura, uma injeção, uma sacolinha linda e um espelhinho.

main_1149586D_1-3e2edf

Ponto forte:  o preço não é absurdo, paguei por volta de R$ 40,00. Ele é bem legal, ela brincou e está brincando bastante. Ela fala que ela é a Dra Marcela, pediatra dela. O mais legal é que o brinquedo está despertando nela, ela fica falando mamãe vou cuidar de você, depois fala você está ótima… É muita fofura…

IMG_3391

Ponto fraco: as partes dos estetoscópio se soltam, por vezes ela perdia uma parte do brinquedo, minha sugestão seria que ele não pudesse soltar. O dela já vou colocar cola quente, porque ela perdia pela casa a parte que coloca no coração e começava a chorar, e lá ia eu e o pai procurar.

Antes de comprar verifiquei e o produto é certificado pelo INNAC, organismo certificador credenciado pelo INMETRO.

Mesmo não sendo indicado para crianças menores de 3 anos, como não tem peças pequenas, optamos por dar a ela para brincar. Sempre devemos ter esse cuidado com peças pequenas.

Não descobri se a empresa é nacional ou importadora – TOYNG BRINQUEDOS (não é da minha época de brinquedeira, trabalhei 8 anos nesse setor), porém achei o SAC da empresa na caixa (11-3313-3460) . O site deles está em cosntrução TOYNG BRINQUEDOS e tem um e-mail de contato.

***

CONCLUSÃO: Eu indico, valeu a pena a compra.

***

NÃO RECEBI NADA POR ESSE POST. EU COMPREI O PRODUTO, E AS IMPRESSÕES SOBRE ELE SÃO BASEADAS NA MINHA OPINIÃO COMO MÃE.

 

Dica de passeio: Circo Spadoni – por Leticia Lefevre

Sábado passado, dia 4/6 estive com a Fofícia, no Spadoni Circus Espetáculos, que está no estacionamento do Walmart, de Ferrazopolis (Rua Marechal Deodoro, 2785) , em São Bernardo do Campo. É um circo bem organizado, banheiro usável, e um espetáculo bem legal. Tanto o espetáculo circense com o espetáculo dos personagens (Frozen, Luna, Homem Aranha e Mine Craft). Vale a pena o passeio.

A fofícia amou, principalmente a hora que a Frozen entrou. (Ela ama a Fouzen. kkk)

Os espetáculos ocorrem de quarta e quinta feira às 20:30hs ( somente atrações do circo) sexta às 20:30 hs  e  sábado e Domingo às 16:00/18:00 e as 20:30hs (atrações do circo+ shows Frozen, Homem Aranha).

Os ingressos são limitados e vendidos apenas na bilheteria.

Nós pegamos uma promoção de 01 ingresso válido para criança a cada adulto pagante. E pelo que eu vi essa semana ainda está válido. Para ganhar esse ingresso basta levar um print da tela do Facebook – Spadoni Circus  com a foto da promoção. (Essa não é válida, tem que ser do facebook deles). Para as próximas semanas vale a pena consultar se a promoção ainda está válida.

13344615_1094430083952553_8096277686763524613_n

Ficamos na lateral, pagamos R$ 20,00, o ingresso central é R$ 30,00 e crianças R$ 15,00 (sem o print da tela).

IMG_3417 - Cópia (2)

A duração do espetáculo é de 1h40m.

Só que levem o que comer, porque lá as coisas são muito caras. Paguei uma pipoca R$ 10,00. E se preparem para milhares de vendedores de brinquedos.

O estacionamento é grátis, porém não devem se esquecer de carimbar o ticket do estacionamento antes de sair do circo.

Conhecendo o Movimento SlowKids – Por Leticia Lefevre

Há um tempo atrás recebi um convite por meio de um grupo de mães o qual eu participo me convidando para participar de um evento do movimento SlowKids. Esse evento era no Museu do Ipiranga. Como a fofícia dormiu bastante neste dia, nem me empolguei para ir, mas a vovó dela foi e amou.

Em maio agora, recebi outro convite para participar desse evento,  mas esse seria no Parque Villa Lobos. Dessa vez, combinei com a mãe da amiga da Fofícia e fomos em comitiva para o evento.

Fiquei surpresa com a organização e as atividades oferecidas. Tanto a fofícia como a amiguinha dela amaram. As atividades eram focadas mesmo no brincar e no contato com a natureza.

Havia fraldário e banheiros para as crianças. Muito bem organizado.

Até fizemos umpiquenique.

Vale muito a pena participar dos eventos deles.

Quem não conhece o movimento SlowKids vale a pena conhecer. O Site deles é o Slowkids, e lá você poderá acompanhar os eventos realizados por eles.

SlowKids é um conceito criado por Tatiana Weberman e Juliana Borges para tratar de questões relacionadas à criança com base na desaceleração, maior contato com a Natureza e pensamento sustentável.

A programação do evento conta com piquenique, música e brincadeiras.

O Slow Kids acredita que, para as crianças se desenvolverem de maneira saudável, é preciso respeitar seu tempo de descobrir, observar, experimentar. É preciso dar a elas espaço para que se conheçam, investiguem seus interesses, capacidades, emoções.

Acreditam que o brincar é coisa séria. Que pular etapas e apressar fases do desenvolvimento da criança é encurtar o seu potencial e, com ele, sua sensibilidade e inventividade. Defendem que o tempo livre da criança seja valorizado e garantido.

Ele é um caminho na contramão do acúmulo de informações e da construção de falsos desejos, cotidianamente induzidos pela sociedade do hiperconsumo e da informação. Incutir na criança necessidades que não são reais pode levar ao estresse, ansiedade e apatia. Acreditam, também, que o contato com a natureza é fundamental para a saúde física e mental da criança.

Essa interação estimula o uso de todos os seus sentidos, e assim ela se apropria dos espaços, dos outros, de si mesma. Crianças que brincam regularmente com elementos naturais têm mais coordenação, equilíbrio e agilidade.

Querem que a criança tenha vivências no mundo real que sejam plenas, calmas e afetivamente significativas, e não meramente informativas. O impacto negativo da mídia e dos jogos eletrônicos é observado tanto no desenvolvimento físico das crianças como no emocional, social e mental. Por isso, defendem que esse tempo seja limitado e que haja, sempre, a mediação ou o acompanhamento de um adulto.

Acreditam que a terceirização do cuidado com as crianças é prejudicial ao seu desenvolvimento, pois a criação de vínculos afetivos fortes dá segurança para que ela tenha um desenvolvimento saudável e se prepare para enfrentar o mundo. Os pais devem assegurar tempo para estarem juntos – e focados. E não, não bastam 15 minutos.

Convidam a todos para olhar para as necessidades das crianças no presente – hoje! – e não agir pensando apenas no futuro. Abrir mão do aqui e do agora pode trazer consequências graves para os pequenos, que marcam o restante de suas vidas.

Sonham com uma mudança em relação ao modo como recebemos nossas crianças no mundo. Sabem que uma sociedade que cuida bem de suas crianças se humaniza. Por isso, querem te convidar: venha conviver, brincar, estar e se divertir com elas.

Chá de bebê Minimalista – Ovelhinha

Eu tenho uma prima que gosta de coisas bem minimalistas, nada de muita gente, poucas pessoas, coisas simples, mas bonitas. É o jeito dela e eu respeito.

Ela está esperando a princesa Bárbara (Babi), e para não deixar passar em branco, eu, minha mãe e minha irmã, resolvemos fazer um chá de bebê “minimalista”, onde comemoramos a vinda da Babi, porém, apenas nossa família.

O tema escolhido para a Babi, pela mamãe dela é Ovelhinha, com isso, eu fiz algumas coisas para ela personalizadas e fizemos um chá de bebê, como antigamente.

Às vezes queremos tanto exagerar, que esquecemos que podemos fazer do menos mais. Que podemos fazer poucas coisas simples e belas.

Gostaria de compartilhar com vocês algumas fotinhos do Chá de Bebê da Babi.

As artes e decoração foram feitas por mim. Caso queira compartilhá-las ou precisar de alguma dica basta me mandar um e-mail para: contato@maesemacao.com.br que terei o maior prazer de ajudá-la.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

Como obter o BCP/LOAS? Passo a Passo – Por Leticia Lefevre

img_4997

O que é LOAS?

LOAS significa Lei Orgânica da Assistência Social.

A quem se destina?

Ela se destina a pessoa portadora de deficiência e ao idoso, que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção nem de tê-la provida por sua família, independente se contribuiu ou não ao INSS.

O que ela prevê?

A garantia de um salário mínimo de benefício mensal à pessoa portadora de deficiência que necessitem, conforme dispuser a lei.

Quais leis são base legal para a obtenção desse benefício mensal?

A Lei 8.742/93, conhecida como Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), e do Decreto 1.744/95.

Apesar da gestão do beneficio ser feita pelo INSS não se trata de um benefício previdenciário, e sim um benefício assistencial.

Com isso, este beneficio, é intransferível e, portanto, não gera pensão por morte aos dependentes. Além disso, também não gera pagamento a título de 13º salário bem como não está sujeito a descontos de qualquer natureza.

Quais são os requisitos para obtenção do benefício?

  1. Ser portador de deficiência (não há exigência de idade mínima ou máxima) ou ter idade mínima de 65 (sessenta e cinco) anos para o idoso não-deficiente;
  2. Renda familiar mensal (per capita) inferior a ¼ do salário mínimo;
  3. Não estar vinculado a nenhum regime de previdência social;
  4. Não receber benefício de espécie alguma, salvo o de assistência médica;
  5. Comprovar não possuir meios de prover a própria manutenção e nem de tê-la provida por sua família;
  6. Nacionalidade brasileira – nato ou naturalizado ou indígena
  7. Possuir endereço de residência fixa no país

os itens 6 e 7 não estão previstos na lei, mas são exigidos para a concessão.

Como entender o significado de cada requisito?

a) idoso: aquele com idade de 65 (sessenta e cinco) anos ou mais;

b) pessoa portadora de deficiência (PPD): aquela que tem impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, podem obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.

c) incapacidade: fenômeno multidimensional que abrange limitação do desempenho de atividade e restrição da participação, com redução efetiva e acentuada da capacidade de inclusão social, em correspondência à interação entre a pessoa com deficiência e seu ambiente físico e social.

d) família: o conjunto de pessoas que vivam sob o mesmo teto, sendo composta pelo requerente, o cônjuge ou companheiro, os pais e, na ausência de um deles, a madrasta ou o padrasto, os irmãos solteiros, os filhos e enteados solteiros e os menores tutelados.

e) família incapacitada de prover a manutenção da pessoa portadora de deficiência ou idosa: aquela cujo cálculo da renda per capita (por cabeça), que corresponde à soma da renda mensal bruta (renda sem desconto) de todos os seus integrantes, dividida pelo número total de membros que compõem o grupo familiar, seja inferior a 1/4 (um quarto) salário mínimo. Ou seja, por exemplo uma família de 4 pessoas, pai, mãe, e 2 filhos, sendo um filho portador de deficiência, o pai recebe R$ 788,00, ¼ desse valor seria R$ 197,00, o que isso quer dizer, que se por exemplo essa família fosse apenas pai, mãe e filho a criança perderia o direito, porque a renda por pessoa seria maior que R$ 197,00. Outra situação, uma casa onde mora avô, avó, mãe e 3 filhos, 3 tias solteiras e a renda dessa família é 2 salários mínimos, ou seja, R$ 1.576,00, se você dividir esse valor por 8, dá R$ 197,00 por cabeça, assim tendo o direito ao benefício.

f) família para cálculo da renda per capita, conforme disposto no § 1º do art. 20 da Lei nº 8.742/1993: conjunto de pessoas que vivem sob o mesmo teto, assim entendido, o requerente, o cônjuge, a companheira, o companheiro, o filho não emancipado, de qualquer condição, menor de 21 anos ou inválido, os pais, e o irmão não emancipado, de qualquer condição, menor de 21 anos ou inválido;

O enteado e o menor tutelado equiparam-se a filho mediante comprovação de dependência econômica e desde que não possuam bens suficientes para o próprio sustento e educação;

O filho ou o irmão inválido do requerente que não esteja em gozo de benefício previdenciário ou do Benefício de Prestação Continuada, em razão de invalidez ou deficiência, deve passar por avaliação médico pericial para comprovação da invalidez.

g) renda mensal bruta familiar: é a soma dos rendimentos brutos auferidos mensalmente pelos membros da família composta por salários, proventos, pensões, pensões alimentícias, benefícios de previdência pública ou privada, comissões, pró-labore, outros rendimentos do trabalho não assalariado, rendimentos do mercado informal ou autônomo, rendimentos auferidos do patrimônio, Renda Mensal Vitalícia e Benefício de Prestação Continuada, porém se 02 membros da família forem portadores da deficiência um não excluirá o direito do outro e ambos poderão obter o benefício.

O que é o Benefício de Prestação Continuada (BCP)?

É o benefício previsto na LOAS que garante um salário mínimo mensal a pessoa com deficiência e ao idoso com 65 (sessenta e cinco) anos ou mais que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção nem de tê-la provida por sua família. Quando alguém te falar que está recebendo a LOAS, significa que está recebendo o benefício de prestação continuada que a lei estabelece.

Os benefícios podem ser cumulados?

O BCP não pode ser acumulado pelo beneficiário com qualquer outro no âmbito da seguridade social, salvo os da assistência médica e da pensão especial de natureza indenizatória, ou no caso de outras pessoas da mesma família idosas ou portadoras de deficiência.

Estou com dúvidas na papelada quem pode me ajudar?

O CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo da sua residência, onde poderá tirar dúvidas sobre o benefício, renda familiar e outros assuntos além de ser orientado em como preencher o requerimento e os demais formulários do benefício e do grupo familiar.

Quais os documentos necessários para obtenção do benefício?

Nos casos de Benefício ao Idoso ou à Pessoa com Deficiência:

  • Comprovante de rendimentos dos membros do grupo familiar;
  • Documentos pessoais dos membros do grupo familiar (Identidade ou certidão de nascimento quando menor, CPF, Número do PIS/PASEP/NIT).
  • Tutela, no caso de menores de 18 anos filhos de pais falecidos ou desaparecidos ou que tenham sido destituídos do poder familiar.

Representante Legal (a representação legal ocorre quando um beneficiário, civilmente incapaz, precisa ser representado perante o INSS. Esta representação poderá se dar pelo tutor nato (pai/mãe) ou por aquele que detêm a guarda judicial, tutela, curatela ou for considerado administrador provisório.), apresentar:

  • Documento de Identificação e CPF;
  • Termos de Tutela ou curatela, se for o caso.

Além da documentação poderá ser requerido o preenchimento de alguns formulários.

Formulários:

 Para Benefício Assistencial ao Idoso/Portador de Deficiência

Formulários atualizados conforme Portaria 01/2015/SNAS/SPPS/INSS

Estou com toda a documentação em mãos o que eu faço?

Para o atendimento presencial deste benefício, em uma das agências da Previdência Social, o agendamento é obrigatório.

O agendamento poderá ser solicitado pela Central de Atendimento do INSS através do telefone 135, de segunda a sábado das 07:00 às 22:00 (horário de Brasília) ou diretamente pela internet através do link abaixo: http://www2.dataprev.gov.br/prevagenda/OpcaoInicialTela.view

É necessário agendar a Perícia Médica no INSS?

A avaliação da deficiência e do grau de incapacidade será composta de avaliação médica e social. As avaliações serão realizadas, respectivamente, pelo serviço social do INSS e pela perícia médica, por meio de instrumentos desenvolvidos especificamente para este fim.

A avaliação médica da deficiência e do grau de incapacidade considerará as deficiências nas funções e nas estruturas do corpo, e a avaliação social considerará os fatores ambientais, sociais e pessoais, e ambas considerarão a limitação do desempenho de atividades e a restrição da participação social, segundo suas especificidades.

Como será a avaliação de menores de 16 Anos de Idade?

Para fins de reconhecimento do direito ao Benefício de Prestação Continuada às crianças e adolescentes menores de 16 (dezesseis anos) de idade, deve ser avaliada a existência da deficiência e o seu impacto na limitação do desempenho de atividade e restrição da participação social, compatível com a idade, sendo dispensável proceder à avaliação da incapacidade para o trabalho.

O menor que apresenta uma deficiência pode trabalhar como menor aprendiz?

A pessoa com deficiência contratada na condição de aprendiz poderá acumular o BPC/LOAS e a remuneração do contrato de aprendiz com deficiência, pois a remuneração da pessoa com deficiência na condição de aprendiz não será considerada para fins do cálculo do benefício.

Ele vai perder o benefício?

O menor aprendiz portador de necessidades especiais terá seu benefício suspenso somente após o período de dois anos de recebimento concomitante da remuneração e do benefício.

Há carência para a concessão deste benefício?

Não há carência para a concessão do benefício de assistência social uma vez que a própria legislação prevê que não há necessidade de contribuição, dentro dos requisitos pré-estabelecidos.

Qual o valor que eu vou receber se eu conseguir o benefício?

O valor mensal do benefício de assistência social, também denominado LOAS, é de 1 (um) salário mínimo federal por mês, na forma de benefício de prestação continuada

Quando inicia o pagamento do benefício?

O benefício de prestação continuada será devido após o cumprimento, pelo requerente, de todos os requisitos legais e regulamentares exigidos para a sua concessão, inclusive apresentação da documentação necessária, devendo o seu pagamento ser efetuado em até quarenta e cinco dias após cumpridas as exigências .

E se ele não me pagar após os 45 dias previstos pela lei?

O valor quando for pago deverá ser atualizado.

Quando é realizada a revisão do Benefício

O benefício de prestação continuada deve ser revisto a cada 2 (dois) anos para avaliação da continuidade das condições que lhe deram origem.

Se o portador de necessidades especiais torna-se idoso?

Poderá haver a transformação do benefício entre espécies, sendo desnecessária a cessação de uma espécie para concessão da outra quando for verificado, por exemplo, que o beneficiário da espécie 87 (deficiente) preenche os requisitos exigidos para a espécie 88 (idoso).

Em que hipóteses meu benefício pode ser suspenso/cancelado?

  1. Quando o beneficiário perder a condição de portador de necessidade especiais;
  2. Em caso de morte do beneficiário;
  3. Quando constatada irregularidade na sua concessão ou utilização;
  4. O benefício de prestação continuada será suspenso pelo órgão concedente quando a pessoa com deficiência exercer atividade remunerada, inclusive na condição de microempreendedor individual;
  5. Após o prazo de 02 anos trabalhando como menor aprendiz;

Tive meu benefício cancelado posso pedir novamente?

O cancelamento do benefício de prestação continuada concedido à pessoa com deficiência não impede nova concessão do benefício, desde que atendidos os requisitos definidos em regulamento.

O portador de necessidades especiais pode realizar atividades não remuneradas?

Com o desenvolvimento das capacidades cognitivas, motoras ou educacionais e a realização de atividades não remuneradas de habilitação e reabilitação, entre outras, não constituem motivo de suspensão ou cessação do benefício da pessoa com deficiência.

Caso o beneficiário consiga um emprego, e ele perde esse emprego?

Extinta a relação trabalhista ou a atividade empreendedora de que trata o caput deste artigo e, quando for o caso, encerrado o prazo de pagamento do seguro-desemprego e não tendo o beneficiário adquirido direito a qualquer benefício previdenciário, poderá ser requerida a continuidade do pagamento do benefício suspenso, sem necessidade de realização de perícia médica ou reavaliação da deficiência e do grau de incapacidade para esse fim, respeitado o período de revisão de 02 anos.

Se o beneficiário for preso?

O beneficiário que estiver preso, não terá direito a este tipo de benefício, uma vez que a sua manutenção já está sendo provida pelo Estado.

O que posso fazer se meu pedido for negado?

Se seu pedido for negado perante o INSS, dependendo do porque foi negado, por exemplo se foi por falta de algum documento, ou algo que possa ser resolvido, você pode dar entrada perante o INSS com um novo pedido resolvendo o problema anterior.

E se meu pedido for negado por eles entenderem que eu não tenho direito?

Se isso acontecer, o único jeito é entrar com uma ação judicial, ou com a contratação de um advogado ou pela defensoria pública.

Para que serve o Ministério Público?

O Ministério Público é responsável por zelar pelo efetivo respeito aos direitos estabelecidos nesta lei.

O processo judicial demora?

Demora sim, pois para a avaliação do seu caso, o Ministério Público Federal deve ser ouvido, pois ele é responsável por zelar pelo cumprimento correto dessa lei, tudo dependerá do parecer dele, a após ele ser ouvido o processo ainda irá para o INSS se manifestar e depois o processo voltará para a decisão do juiz.

Autora: Leticia Lefevre, advogada, com mais de 20 anos atuando em advocay, na defesa dos direitos de crianças e adolescentes, inclusive especiais.

Fonte: www.inss.com.br 

Imagem: Internet

Halloween – Dia das Bruxas – Origem

Mães em ação


História do Dia das Bruxas

A história desta data comemorativa tem mais de 2500 anos. Surgiu entre o povo celta, que acreditavam que no último dia do verão (31 de outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos. Para assustar estes fantasmas, os celtas colocavam, nas casas, objetos assustadores como, por exemplo, caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas entre outros.

Por ser uma festa pagã foi condenada na Europa durante a Idade Média, quando passou a ser chamada de Dia das Bruxas. Aqueles que comemoravam esta data eram perseguidos e condenados à fogueira pela Inquisição.

Com o objetivo de diminuir as influências pagãs na Europa Medieval, a Igreja cristianizou a festa, criando o Dia de Finados (2 de novembro).
Fonte: internet

Ver o post original

Cartão de todos, uma ótima opção para quem não tem plano de saúde

econoMÃEzando

CT

O Cartão de Todos é uma opção maravilhosa para quem não tem plano de saúde, embora ele não inclua internamento, emergências e exames complexos.

O projeto que é todo com capital privado, nasceu na Alemanha em 1999, chegou ao Brasil em 2001 e a meu ver ainda é pouco divulgado apesar de 1,5 milhão de famílias já fazerem uso dele.

Minha avó Odete de 86 anos é usuária, costuma ir nas consultas na clínica Vitória e estas são sempre marcadas em poucos dias, geralmente em menos de uma semana.

O Cartão de Todos é um cartão de desconto voltado para a saúde, educação e lazer dos seus usuários e funciona a base de parcerias com clínicas, laboratórios, farmácias, faculdades, cursos técnicos, hotéis, pousadas, etc como Clínica Vitória, Óticas Carol, Yazigi, CNA, Wizard, Wet´N Wild,  entre outros.

A grande novidade é que o cartão atende a muitas especialidades e as consultas médicas/odontológicas e…

Ver o post original 172 mais palavras

%d blogueiros gostam disto: