Bebê com síndrome misteriosa será transferido para São Paulo

Lorenzo Silva Gonçalves, de apenas quatro meses, luta pela vida e enfrenta uma síndrome que ainda não foi identificada pelos médicos.

96b77411-10a2-483e-8a43-f786e9c1f472

O bebê Lorenzo Silva Gonçalves, que luta pela vida há quatro meses por conta de um conjunto de malformações congênitas, será transferido, nesta quinta-feira (5), para um leito de UTI Pediátrica da Santa Casa de São Paulo, hospital geral e de ensino com serviço de excelência em atendimento infantil. Ele nasceu em maio deste ano, no Complexo Hospitalar dos Estivadores, e estava aguardando vaga em uma UTI Pediátrica em Santos.

A vaga foi obtida pela Prefeitura de Santos, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, em contato direto com o gabinete da Secretaria de Estado da Saúde, que mostrou-se sensível ao caso, após dificuldade de apoio da Diretoria Regional de Saúde (DRS-4).

De acordo com a Prefeitura de Santos, a criança, cuja família veio da cidade de Sete Barras, recebe toda assistência médica desde o nascimento no Hospital dos Estivadores. Devido ao seu quadro clínico, ela requer cuidados médicos especiais e passa por diversos exames e procedimentos para a manutenção da vida.

Caso

Filho da dona de casa Vanilza Lopes e do trabalhador rural Carlos Alberto da Silva Gonçalves, ambos de 50 anos, o menino nasceu no Hospital dos Estivadores com uma válvula do coração aberta e com insuficiência respiratória. Foi então encaminhado à UTI para recém-nascidos, onde deveria ficar por somente um mês. Ele e mulher se mudaram de Sete Barras, na região do Vale do Ribeira, interior paulista, há oito meses para Santos.

Sem respostas sobre o real problema do bebê, os pais foram informados, informalmente, há aproximadamente um mês, que o filho deveria estar em uma UTI Pediátrica e ficar sob acompanhamento de especialistas. “Foi aí que a gente começou a reagir novamente e voltou a lutar junto com ele, até conseguirmos uma transferência para a UTI Pediátrica”, contou o pai.

Por meio de nota, a Prefeitura de Santos informou que solicitou a transferência de Lorenzo para o estado a uma UTI Pediátrica pela primeira vez em 10 julho. Entretanto, a Central de Regulação de Vagas da Baixada Santista (Cross), vinculada à Secretaria Estadual de Saúde, afirmou não ter qualquer responsabilidade sobre o caso. O estado esclareceu que, por meio do Cross, somente é responsável pela regulação de casos de urgência e emergência.

Lorenzo foi encaminhado pelo Hospital dos Estivadores à Santa Casa nesta terça-feira (3), após o apelo dos pais e a imprensa solicitar esclarecimentos sobre o caso para a Prefeitura de Santos e à Secretaria de Saúde do Estado.

Fonte e foto: http://www.globo.com 
Anúncios

Decoração: Batizado – Espírito Santo

Oi gente, tudo bem?

No ínicio desse mês batizei minha sobrinha Ana Laura (Lala). Além de tia, agora sou dinda, então a tchinda aqui preparou várias coisinhas interessantes para  o batizado dela.

Como o Chá de Bebê dela foi de anjo, optamos por utilizar o símbolo do Espírito Santo para a maior parte de itens da festa.

Como batizado é um evento mais familiar, preferimos não exagerar na quantidade de personalizados, mas sim investir em peças mais elaboradas e significativas.

Espero que vocês gostem do resultado!

Águas: Para fazer a decoração das águas, eu utilizamos a imagem de uma das pinturas da igreja. Quando eu fiz o curso de batismo, nos foi dado um caderninho com as informações sobre o batismo. E essa imagem me chamou a atenção. Achei legal colocar algo significativo da igreja onde foi celebrado o batismo como uma recordação simbólica.

 

 

 

img_0137

 

Bandejas e doces: Optamos também por colocar a imagem da Santinha que a Ana Laura ganhou de nascimento junto com os docinhos. Como bandejas, dessa vez optamos por utilizar também sousplats para fazer algo diferenciado. Usamos souplast de cores diferentes para dar um colorido especial na mesa. Nesses souplasts, colocamos os docinhos da festa, a maioria preparado pela vovó da Lalá, com forminhas nas cores que usamos na mesa.

 

img_0138

img_0140

img_0143

img_0150

Cupcakes: Para ilustrar os símbolos do batismo, foram escolhidos cupcakes com as imagens do cálice e do Espírito Santo. Utilizamos para colocar os cupcakes bandejas transparentes para dar um ar de neutralidade a festa. Estes estavam deliciosos. Eram de chocolate, com ganache de chocolate mas por cima a pasta americana branca. Ficou bem interessante o contraste.

 

 

img_0139

Potinhos: Esses potinhos eu que inventei. Queria algo diferente do que eu tinha já visto na internet. Com isso, optamos potinhos de vidros, recheados com amendôas confeitadas. Os potinhos foram decorados com um tercinho. Como vocês podem ver, usamos prateado e dourado nas peças da festa, para dar um efeito diferente, e acreditamos que deu certo.

img_0142

img_0216
Mini bolinhos de limão siciliano: Encomendamos essses bolinhos para colocarmos mais elementos diferentes na mesa, pensa em algo divino… São esses bolinhos…  Como sobraram algumas peças  (porta docinhos) do Chá de Bebê, utilizamos também.  E sem querer casou direitinho os anjinhos do bolinho com os dos potinhos.

 

img_0145

 

img_0146

 

Chalckboard:  Todo o evento eu faço, pois  acho legal para registrarmos o maior número de informações do evento de forma lúdica.

img_0148

Bolo: Os papais da Ana Laura não curtem bolo com pasta americana, então, eles optaram pelo bom e tradicional bolo branco, com frutas e chantilly. Por ser verão, esse tempo requer um bolo mais leve, e acredito que a opção de chantilly com frutas é a melhor.

img_0149

 

Comes: Foram preparados lanches de metro, mini pães e carnes preparadas pelas vovós e salgadinhos. Algo simples que todo mundo curte.

Bebes: Refri, Suco, cerveja, whisky e água saborizada.

img_0151

Lembracinha: Gente, pode falar o que for. Eu sou vintage. kkkk. Como lembrancinha fizemos as velas e optamos também por oferecer as lembrancinhas que acredito, que todo mundo guarda… Acredito, que eu como você deve ter várias dessas que guardamos de festas nossas e de nossa família. Esse tipo de lembrancinha é algo que todos nós guardamos.

img_0162 img_0163
Velinhas (lembrancinha): Vi essa velinha na net e já quis fazer algo parecido. Peguei a ideia que havia visto no google e fiz as lembrancinhas inspiradas com o que eu vi, porém com meu toque pessoal. O que é isso? É uma vela, decorada com o símbolo do Espírito Santo. Para proteger o potinho que era de vidro a vela foi colocada  num saquqinho de organza e numa caixinha de plástico colada com cola quente.  Em breve colocaremo o passo a passo canal do YouTube Leticia Lefevre

img_9586

Tag: Fiz personalizada porém optamos por colocar dentro da caixinha sem furar nada.

img_9535

Mesa: Vejam como ficou o resultado da mesa. Algo simples e bonito. para complementar a decoração da mesa, usamos uma toalha “tradicional” da família para eventos especiais e flores.

img_0136
Igreja: O batizado foi realizado na Igreja São José (Ipiranga) , pelo Padre José Maria. O batizado foi por imersão e a pequena super se comportou.
img_0228

 

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

Segurança do bebê – Monitores de movimentos, respiração e babá eletrônica – Qual é a melhor opção?

Eu não sei vocês, mas eu quando a #deusadafofícia nasceu, eu era bem preocupada se ela estava respirando ou não, se ela estava bem enquanto dormia no berço dela, e estava chorando.

Para monitorá-la, eu usei e ainda uso a babá eletrônica da Summer Infant que é bem legal… Você enxerga direitinho o bebê dormindo, mesmo com uma tela pequena, ouve a respiração dele, e ainda pode monitorar pela internet todos seus movimentos meio de um aplicativo. Valeu super a pena a aquisição. Até hoje, ela com 2 anos eu uso. Essa babá eu paguei nos EUA, na Burlington,  99 doláres e valeu cada centavo. No Brasil, essa babá eletrônica custa por volta de R$ 1.800,00.

A única coisa ruim é achar assitência técnica do produto. Claro que já achei… Mas vou compartilhar com vocês em outro post.

1_58_80_1

A #deusadafofícia desde que nasceu, tinha muito refluxo, quando ela tinha 4 meses, ela sufocou … A minha sorte é que na hora do sufocamento, havia em casa, um médico e uma fono, amigos nossos, que me ajudaram nesse momento.

Após esse dia, não fiquei mais tranquila. Uma semana depois, ela sufocou novamente, mas ai eu consegui desafogá-la. Então, não tive mais paz.

Foi quando pedi para minha cunhada me trazer dos EUA um Angel Care, para quem não sabe o que é: É um  sensor de movimento posicionado debaixo do colchão do bebê detecta até mesmo a mais suave respiração da criança. Um alarme soará se nenhum movimento for detectado em um intervalo de 20 segundos. É tipo uma  babá eletrônica, mas com monitores do movimento da respiração do bebê.

666594040107-2-zoom

O  meu foi comprado da MacroBaby paguei por volta de 100 dólares.

Ele é ótimo, porém, em duas noites, a #deusadafofícia saiu de cima da placa, porque ela rolou no berço, e esse trem disparou. Quase morri do coração… Usamos bem pouco, acho que até ela ter uns 8 meses. Hoje, o Angel Care está no quarto dela como abajour. É um ótimo abajour. kkkk

Hoje, no meu ponto de vista, o Angel Care vale a pena para ser usado até uns 6 meses, porque quando o bebê começa a rolar, é um estresse só esse negócio apitando na madrugada, mas mesmo assim acho válida a aquisição dele, se você tiver dinheiro sobrando para fazer seu enxoval, pois o custo dele no Brasil é bem carinho, por volta de R$ 750,00.

A única coisa ruim é achar assitência técnica do produto. Claro que já achei… Mas vou compartilhar com vocês em outro post.

Esses dias recebi um material sobre um novo sistema de monitoramento de bebês e achei interessante pesquisar sobre ele para compartilhar com vocês.

Ele se chama BabyHug, o maior ponto positivo é que é um produto nacional, com isso, caso haja algum problema é fácil localizar uma assistência técnica.

BabyHug---Button-inteligente-que-conecta-voce-ao-seu-bebe---VBH010---Ventrix-7473680

Ele monitora informações da criança, como respiração, movimentos bruscos, eventuais queda e distanciamento do aparelho. É tipo um Angel Care, mas ele fica fixado na roupa do bebê.

Como funciona? Você fixa o dispositivo na roupa do bebê e este dispositivo ajuda monitorar todos os movimentos do bebê por 24horas e todo o processo pode ser acompanhado pelos pais com imagens ao vivo, por meio da internet, de qualquer celular ou tablet.

Outro ponto positivo, é que os pais conseguem monitorar e interagir com o bebê por meio de vídeo e áudio, coisas que os modelos acima não fazem. É indicado para o primeiro ano de vida do bebê.

Não é um produto barato, porém, apresenta mais opções que a babá eletrônica (pois não tem uma câmera fixa) e mais opções que o Angel Care (pois você usa na roupa do bebê podendo ser usado em mais de um lugar, como carrinhos, cadeirinhas)… Acredito, que se você puder adquirí-lo, é uma boa opção.

Os 03 produtos no meu ponto de vista valem a pena.

 E aí, gostou da nossa publicação?

Custa nossa páCompartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Mãe da Semana: Karine Ellwein de Mattos – Coração de mãe não se engana

A mãe dessa semana é a Karine, ela é mãe do Renan de 1 ano e 2 meses, a história dela é bem legal, vale a pena conferir, e ainda reforça mais ainda aquela teoria de que coração de mãe não se engana!!!
a
Tive uma gravidez muito tranquila, no começo tive muitos enjôos, mas meu filho sempre teve saúde e eu curti cada etapa barriguda! (Me achava linda).
O meu tipo sanguíneo é O+ e o do meu marido é A+ (aparentemente nenhum risco por ambos serem positivos, com isso não foi necessária a injeção)!
Pois bem, dia 17/11/2014, meu príncipe Renan nasceu de cesárea!
Meu parto foi lindo, muito emocionante e muito esperado! Foi tudo perfeito não tive dores de pós parto e no terceiro dia (dia da alta) sentimos ele um pouco amarelinho (mas tivemos alta, pois era somente um pouco mesmo)!
No seu quinto dia de vida (sexta-feira), quando acordei cismei de que deveria levá-lo ao pediatra por conta do amarelinho! Todo mundo me julgou, disse que era muito pouco para sair de casa com ele tão pequeno, que era pra dar banho de picão e banho de sol que já passava! Segui minha intuição e por conhecidência tinha acabado de ter uma desistência e fui logo no pediatra!
Ele me orientou dizendo que para o quinto dia o nível da bilirrubina deveria ser 13  e pediu um exame de sangue (de urgência para sair o resultado no mesmo dia)! Foi quando começou o desespero..
O nível do meu filho estava 19 e tivemos que correr para o hospital onde ficou 5 dias na fototerapia (conhecida como banho de luz)! Foi horrível..
Ainda mais que é necessário tampar olhinhos por conta da intensidade da luz! Só sabia chorar, pulava da cama para ver ele e até esqueci dos pontos da cesárea! O pior de tudo foi a falta de experiência sobre o que é realmente essa tal de ICTERÍCIA!
Foi aí que comecei a ler sobre o assunto, ficar por dentro do quão perigosa ela é e o quanto é importante ficar de olho. A Icterícia no seu nível alto pode causar sérios problemas NEUROLÓGICOS, em todo o sistema nervoso e em muitos casos é necessário a TRANSFUSÃO de sangue..
Sim, icterícia pode levar a morte! O meu filho nasceu com o sangue A+ e o meu passou para ele dentro da barriga o que causou a reação! Nos primeiros dias após a internação, fui orientada a amamentar de 2 em 2 horas para que a bilirrubina fosse liberada mais rapidamente pela urina, porém, com 1 mês e meio de vida ainda estava um pouco amarelinho!
O pediatra então me orientou sobre a icterícia do leite materno… Que as vezes pode ter uma substância no leite que impede a liberação total da bilirrubina e me aconselhou a ficar 24h sem amamentar (isso não é orientado mais, porém, como já fazia 1 mês e meio ele disse que ficaria a meu critério tentar)! Que mãe que não abriria mão disso sendo que poderia melhorar o próprio filho?
Pois é.. Eu imediatamente fiz esse procedimento (dei o leite artificial no copinho para não prejudicar a amamentação) e após 24h para minha surpresa e alegria todo o amarelinho do Renan já tinha acabado!!
Deixo aqui minha experiência para alertar a todas as mamães do quanto a icterícia é coisa séria e o quanto a falta de informação pode ser prejudicial (quanto antes for detectado a necessidade de banho de luz mais fácil é o tratamento)! Mamães, além de ficarem atentas seguem o instinto materno porque esse não falha…

Mãe da semana: Carina Ramos: Você sabe o que é retinoblastona?

Iniciamos esse ano com a Carina, mãe do Pietro. Quando li o depoimento da mãe dessa semana achei legal o alerta que ela fez para que outras mães ficassem atenta sobre a retinoblastoma. Conheça a história dela e do Pietro!!!

 

***

Passei o pior Natal da minha vida, pois 2 dias antes do Natal, o meu filho havia recebido um pré diagnóstico que tirou meu chão: retinoblastoma.

Antes de explicar o que é o retinoblastoma, vou falar um pouco de como é possivel desconfiar a doença.

Em maio de 2015 notei uma mancha branca no olho direito do Pietro, apenas em algumas fotos com flash. Sendo assim, corri a um oftalmo e fiz todos os exames possíveis para detectar esse tipo de problema, mas graças a Deus não encontraram nada.

Por conta da mancha, recomendaram que ele passe por exames a cada 6 meses, principalmente até 3 anos de idade, fase mais suscetível a doença (o risco geral é até 5 anos). Porém poucos dias antes da data marcada, a mancha ficou ainda mais forte e eu corri para um novo profissional.

Chegando lá ele refez todos os exames, e apesar de não achar nada, me encaminhou para o INCA (hospital do câncer). Foi então que o desespero bateu, afinal, pra que eu estava sendo encaminhada pra lá se não havia tumor?

Isso ocorreu dia 21/12, e foi nesse clima tenso que passamos o natal aqui.

Ontem foi a consulta do Pietro lá no INCA, ele foi examinado por especialistas em retinoblastoma e fez todos os exames possíveis que podem detectar um câncer.

Mais uma vez veio a boa notícia: OLHO LIMPO, SEM TUMOR, SEM CÂNCER! – Eu estou nas nuvens, é un alívio sem fim!

***


O retinoblastoma é um tumor maligno que geralmente se apresenta em crianças até 5 anos, sendo a fase de risco maior até 3 anos. Quanto mais cedo for descoberto, maior as chances de cura que podem chegar a 98% dos casos. Em casos já avançados, é feita a retirada do olho, e pode acontecer do câncer passar para outras partes do corpo.


Por isso a qualquer sinal de uma mancha branca diferente no olho, em foto tirada com flash, busque. Ajuda médica e faça um exame de fundo de olho. Sim, uma foto pode salvar a vida do seu filho!


NEM TODO OLHO MANCHADO TEM O TUMOR, MAS INVESTIGAR NÃO CUSTA NADA!

246732_10201362108810973_3683722947301381909_n1900010_10201362109010978_8646179734765947445_n

Antes                                                      Depois

 O Diabetes Gestacional – Por Dra. Karyna Saveriano

Gravida_Stock.Xchng1_.jpg
Imagem internet: Stock Xchng

 

O diabetes gestacional: O DG, é uma condição em que a gestante apresenta a partir da 24 a 30 semana o aumento da glicose no sangue. O pâncreas não libera a insulina e a gestante começa a apresentar os sintomas e o seu bebê também.
 O bebê apresentará tamanho grande, terá hipocalemia e hipoglicemia.
Na medicina chinesa, falamos que o baçopancreas esta em deficiência e as consequências aparecem. Tonificamos a energia do baço e evitamos complicações e ate abortos ou descolamentos de placenta.
A paciente fará o acompanhamento constante com seus médicos.
Sabemos que dentro da linha da metafisica, emocional, esta mãe esta desenvolvendo esta ocorrência por amargura, sentimento este que pode vir associado com frustrações e excessos de preocupação.
Isso também é trabalhado na medicina chinesa, organizando os conteúdos energéticos da mãe e do bebê também.
Procure se cuidar e fazer todos os exames antes de engravidar, e se algo aparecer, vá ao seu médico e também procure um profissional acupunturista/massoterapeuta.
Boa Semana!!!!!!!!!!!!!!
kasaveriano@yahoo.com.br

13 curiosidades sobre bebês

Imagem: Google
Imagem: Google
Quando vemos um bebê, dificilmente conseguimos resistir aos encantos dele. Porém, o que não sabemos é alguns fatos curiosos acontecem ainda no ventre da mamãe e depois que ele nasce. Alguns não muito glamurosos, porém não devemos nos assustar.

1 – No útero, todos os bebês ganham bigodes… que eles comem

Sim, você não esta doida, leu isso mesmo. Eu, você e todos os bebês fofinhos, quando fetos de aproximadamente quatro meses, ganham pêlos bem fininhos que depois se espalham por todo o corpo. Este cabelo, chamado de lanugo, é comido pelo bebê e também cai antes do nascimento. Depois de digerido, esses pêlos farão parte da primeira fezes do bebê, chamado de mecônio.

2 – Os bebês dobram de peso durante os primeiros cinco meses de vida

Não parece grande coisa, não é? Pois imagine você, com o dobro do peso que tem agora, e ganhando esses quilinhos em um período de cinco meses.

3 – Além da língua, os bebês ainda possuem papilas gustativas nas laterais e no céu da boca

Isso desaparece com a idade, mas é extremamente importante nos primeiros meses de vida.

4 – Em algumas meninas recém-nascidas, pode ocorrer o que se parece com uma “mini menstruação”

Parece estranho, mas é verdade e algo completamente normal. Quando os bebês estão no útero, eles absorvem alguns hormônios da mãe. Por isso, ao nascerem, algumas meninas podem apresentar um leve sangramento vaginal que dura alguns dias. * 

5 – Os bebês já nascem com 75% do tamanho de um olho adulto

Se você tinha a impressão de que os globos oculares dos bebês são gigantes em comparação com suas cabeças, você não está errado.

6 – Bebês preferem vozes femininas

Quando nos dirigimos a um bebê, somos vítimas de uma alteração temporária do juízo e mudamos o tom da voz. Isso acontece porque temos um impulso inato necessário para o desenvolvimento afetivo e cognitivo dos seres humanos com menos de três anos.

7 – Bebês dormem de olhos abertos

Recém-nascidos podem cair no sono, mas mesmo assim manterem os olhos abertos e em movimento. Calma, embora também pareça bizarro, isso é algo normal e a criança não está possuída.

8 – Meninos tem ereções, tanto dentro do útero quanto quando são recém-nascidos

Esse é um assunto constrangedor para muitas mamães, até quando o filhão já tem espinhas na cara. Os fetos masculinos têm ereções quando ainda estão no útero e também quando recém-nascidos. Não se assuste, isso é algo normal e imperceptível.

9 – Os bebês não vêm com patelas

Sim, aqueles ossos do joelho são simplesmente cartilagem nos primeiros meses de vida e ganham forma e força com o passar do tempo.

10 – Bebês nascem com 70 ossos a mais que os adultos

Sim, e com o tempo, alguns desses ossos se fundem, como no crânio. Antes de nascer, placas separadas ficam sobrepostas, para permitir que a cabeça passe pelo canal vaginal na hora do parto

11 – Quando os recém-nascidos choram, não há lágrimas

Como assim, choro sem lágrimas? Sim! Talvez você não tenha percebido, mas eles não estão chorando, e sim gritando. São necessárias algumas semanas para que eles comecem a produzir lágrimas.

12 – Os bebês podem engolir e respirar ao mesmo tempo

Até sete meses de idade, um bebê é capaz de engolir e respirar ao mesmo tempo tranquilamente.

13 – E sabe porque você não lembra daquela viagem ou algum acontecimento que ocorreu quando você tinha menos de três anos de idade?

É porque a maioria das pessoas passa pelo processo de Amnésia Infantil, que apaga da memória os eventos bons e ruins que aconteceram nos primeiros anos de vida. Já pensou se você pudesse lembrar do momento de seu nascimento, quando deu o seu primeiro choro?

 *Pode acontecer em meninos também.
Fonte: http://www.tudointeressante.com.br/2015/09/13-fatos-bizarros-sobre-bebes-que-voce-provavelmente-nao-sabia.html 
Imagem: Internet