Hospital terá de indenizar mãe pela má prestação de serviços durante o parto

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) que condenou um hospital a indenizar uma mãe pela má prestação dos serviços durante o parto de sua filha, que, em razão das falhas procedimentais, teve sequelas cerebrais de caráter permanente.

 

IMG_4150

 

De acordo com o processo, ao ser internada, a paciente passou por uma cesariana tardia, fato que ocasionou várias sequelas de caráter permanente na criança, como paralisia cerebral, epilepsia e atrofia cerebral, pois ficou sem oxigenação e sem monitoramento cardíaco durante 29 minutos entre a conversão do parto normal para o cesáreo.

Em primeira instância, o hospital foi condenado a pagar R$ 30 mil por danos morais, com correção monetária desde a decisão, além de juros de mora, contados a partir da data do fato.

Imperícia e negligência

O tribunal gaúcho considerou que houve imperícia e negligência por parte do hospital, visto que a perícia técnica comprovou que a criança ficou sem acompanhamento durante o parto. Concordou que o hospital deveria indenizar os danos causados.

No STJ, o hospital alegou que sua responsabilidade só poderia ser estabelecida mediante aferição de culpa, mas a paciente não teria conseguido demonstrar a ocorrência de ato culposo.

A relatora do recurso, ministra Nancy Andrighi, lembrou que a pretensão da paciente não se voltou para a responsabilização de um médico ou de profissionais que participaram do procedimento, mas diz respeito exclusivamente ao defeito na prestação do serviço hospitalar.

A ministra explicou que a responsabilidade civil do médico “difere frontalmente daquela atribuível aos estabelecimentos hospitalares e casas de saúde, no que concerne à forma de determinação do dever de indenizar”.

Segundo ela, a responsabilidade dos médicos que atuam no hospital é subjetiva, apurada mediante verificação de culpa, enquanto a responsabilidade do hospital é objetiva, limitando-se “aos serviços relacionados ao estabelecimento empresarial, tais como a estadia do paciente (internação), instalações, equipamentos e serviços auxiliares (enfermagem, exames, radiologia)”.

Fundamento adicional

Para a ministra, na hipótese, ficou constatada a responsabilidade objetiva do hospital, tendo em vista que as instâncias de origem expressamente reconheceram um defeito no serviço prestado por ele, isto é, falha na prestação de serviços atribuíveis e afetos única e exclusivamente ao próprio estabelecimento hospitalar.

A ministra sublinhou, ainda, que haveria fundamento adicional à responsabilização do hospital, uma vez que também teria sido reconhecida pela corte local a conduta inadequada dos profissionais envolvidos no procedimento, o que, “por si só, configuraria a culpa dos mesmos e, consequentemente, em solidariedade, dever-se-ia responsabilizar, também, a instituição hospitalar”.

De acordo com a turma, como o próprio TJRS reconheceu a responsabilidade objetiva do hospital em razão do defeito ou da má prestação do serviço, não é possível alterar essa conclusão, pois demandaria o reexame de fatos e provas dos autos, algo vedado em recurso especial pela Súmula 7 do STJ.

Leia o acórdão.

 

Esta notícia refere-se ao(s) processo(s):REsp 1621375
Anúncios

Decoração: Anjo – idéias

Oi Pessoal,

Estou devendo faz tempo mostrar os resultados do Chá de bebê da minha sobrinha linda Ana Laura!!!

Gente, ela já até nasceu e eu ainda não tinha postado. kkkk

Faz mais de 5 meses já!!!

Eu preparei quase tudo, de personalizados ( exceto bexigas) tenho pavor. kkkk

Então, as pessoas me perguntam, por que você não trabalha com isso? Porque meu dia só tem 24h e porque tenho medo de bexigas…kkkk

IMG_2968
Mesa principal
IMG_3029
Mesas irmãs
IMG_2963
Centro de mesa
IMG_2964
Lanche de metro
IMG_2965
Brinquedos

Fornecedor brinquedos: Ricardo Eventos

 

IMG_2966
Toalhas
IMG_2967
Cafés e águas personalizadas

 

IMG_2969
Painel

Fornecedor do bolo fake, anjinhas e nuvem de bexigas: Magda Angélica

 

IMG_2970
Mesa de presentes
IMG_2971
Pirulitos

Fornecedor pirulitos de chocolate: Magda Angélica

IMG_2972
Docinhos

Fornecedor: Magic Cakes e vovó Teté

 

IMG_2973
Cupcakes

Fornecedor Cupcakes: Magic Cakes

IMG_2974
Baleiros com mentos
IMG_2975
Brigadeiro de colher
IMG_2976
Bolo fake

Fornecedor do bolo fake: Magda Angélica

IMG_2977
Garrafas
IMG_2978
Latinhas
IMG_2979
Tubetes
IMG_2980
Pirulitos de bolachinhas

 

Fornecedor anjinhas e bolachas de nuvem:  Magda Angélica

IMG_2982
Águas personalizadas
IMG_2983
Águas personalizadas
IMG_2984
Cupcakes

Fornecedor Cup cakes personalizadosMagic Cakes

IMG_2986
Mini churros com doce de leite

Fornecedor Mini- churros: Capri Kit Festa

IMG_3045
Bolo de verdade

Fornecedor Cup cakes personalizados: Magic Cakes

IMG_3050
Mesa ( visão geral)
IMG_3054
Mesa ( visão ampla)

Fornecedor dos personalizados e montagem das mesas: Leticia Lefevre, eu kkkk

Espero que gostem das ideias.

Fiz tudo com muito carinho. Caso desejar alguma dica de como eu fiz algo da festa, basta me mandar um e-mail: contato@maesemacao.com.br  que eu terei um enorme prazer em compartilhar tudo que eu aprendi com essa festa.

As imagens são minhas, de uso pessoal e protegidas pela lei de Copyright, caso desejar usá-las, favor solicitar.

Sobre os fornecedores, não ganhei nada por indicá-los, as minhas opiniões são baseadas realmente na minha experiência.

 

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Assistência Técnica – Babá eletrônica Summer Infant

 

1_58_80_1Sempre me diziam que babá eletrônica era muito importante quando se tem um bebê, quando engravidei optei por fazer meu enxoval em Orlando, por uma série de razões… Não porque tenho grana, mas por ser a melhor opção na época.

Ao pesquisar sobre babás eletrônicas, vi diversas opções, as simples apenas com som, as de imagem, as de wi-fi, as ibaby, os angel care com babá acoplada, as com super telas quase com tamanho de tv,  vi e analisei todos os modelos.

Como sou uma pessoa mega econômica, para não dizer pão dura… Analisei minhas necessidades com as opções que eu tinha. No meu orçamento, eu tinha 200 dólares para comprar uma babá eletrônica e decidi ainda no Brasil por uma Summer Infant.

Mas quem me conhece sabe que espremo o limão até a última gota… Foi quando eu achei na minha loja preferida nos EUA a Burlington, a babá eletrônica que eu queria com câmera, com infra-vermelho, com wi-fi, só faltava me falar que eu sou linda… kkk Isso tudo por 99 dólares. Pirei né… ia sobrar mais 100 doláres para eu delirar..

Na hora que eu vi já adquiri essa babá. Essa babá eletrônica  da Summer Infant era uma das Tops do momento, e a única diferença com a da Motorola era que a tela era menor, que depois percebi que fiz uma boa escolha.

Cheguei no Brasil, marido instalou ela  no quarto da bebê,instalou nos celulares e tablets os aplicativos, e tudo foi perfeito para mim com essa babá eletrônica e ainda está sendo.

Pontos positivos:

  • Você enxerga o bebê perfeitamente na tela da televisãozinha;
  • No meio da noite, você consegue enxergar perfeitamente o bebê no berço, não sendo necessária uma tela gigante (Meu… Imagina no meio da noite se uma tela de 8 polegadas já é difícil você lidar com a luz imagine uma tela gigante, puts sua vista vai para o espaço…)
  • Tem opções de volume que você consegue até ouvir a respiração do bebê;
  • O wi-fi funciona perfeitamente, eu monitorava minha filha do mercado quando ela ficava com o pai. kkkk
  • Até hoje, eu uso com a  minha filha de 2 anos;
  • Hoje com 2 anos: uso quando ela dorme a tarde e coloco ela no berço para ver se ela já dormiu  e uso também a noite para saber se ela acordou realmente ou só está resmungando…

Pontos negativos:

  • Assistência técnica: mesmo o produto sendo comercializado pelos grandes magazines de São Paulo, inclusive as lojas on-line, se você precisar de assistência técnica, terá dificuldade de achar…

 

Porém, estou aqui para ajudá-lo… Minha babá eletrônica queimou a primeira vez a #deusadafofícia tinha 8 meses e a segunda vez quando ela tinha 1 ano e meio, ambas as vezes após um raio. Sugiro que você a instale em um filtro de linha para evitar que isso aconteça. Ajuda bastante evitar o dano na babá.

Fiquei quase 2 semanas procurando assitência técnica e encontrei…

Assistência Técnica para Babás eletrônicas em São Paulo

Hospital das Bonecas  Central de atendimento: (11)2643-2630

Avaliação do serviço:

  • Resultado: Babá eletrônica consertada, o valor não foi tão caro, no caso da minha R$ 200,00 ambas as vezes, considerando que uma nova no Brasil custa R$ 1.800,00, e nos EUA 199 dolares ( R$ 800,00) valeu a pena.
  • Prazo: Demorou uns 10 dias para ficar pronta a primeira vez e a segunda vez 15 dias.
  • Atendimento: Recomendo, como da 1a vez a minha filha era bebê informei a atendente, que agilizou meu orçamento e conserto.

Quando liguei na loja tive a informação que eles faziam a assitência técnica de outros modelos e marcas de babá eletrônica, e se você não é de São Paulo, você pode mandar para eles por Sedex, eles arrumam e te devolvem por Sedex.

 

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

 

 

 

Você sabe o que é Shantala para bebês? – Por Karyna Saveriano

13407260_1256433051041246_9076006461111772289_nA Shantala é uma massagem milenar indiana, sem registro de quando surgiu exatamente em Kerala no Sul da Índia. Foi descoberta quando o médico francês Frédérick Leboyer, de passagem pela Índia, se deparou com a cena de uma mulher num calçada pública massageando seu bebê. Seu nome era Shantala, ela era paraplégica e estava numa associação de caridade em Pilkhana, Calcutá.

Baseada nos mesmos princípios do yoga e da medicina ayurvédica, a shantala é indicada para recém-nascidos a partir de um mês de idade, quando a pele já está mais preparada e o umbigo cicatrizado. Seu objetivo é relaxar a criança, eliminar tensões, bloqueios, insônia e choro sem motivo aparente, proporcionar segurança, elevar a autoestima e, principalmente, equilibrar os sistemas energético e emocional.

Também atua na cura de disfunções orgânicas, como cólicas, gases, prisão de ventre e problemas respiratórios e pode ser praticada em crianças com traumas de nascimento, carência afetiva e desequilíbrio neurológico

***

Caso tenha interesse em aprender mais sobre o assunto, no dia 31 de julho, domingo, das 9 às 16h haverá um curso voltado ás mamães, gestantes, pedagogas, fisioterapeutas, massoterapeutas, naturopatas, alunos dos cursos de massagem, psicólogos e interessados.

Investimento: 150 reais ou 2x 80,.00 reais (aluno Atmam 120 reais)

Mais informações acesse: www.atmam.com

***

TRAZER TOALHAS GRANDES PARA SENTAR NO CHÃO.
TRAZER OLEO DE MASSAGEM PARA QUEM TROUXER SEUS FILHOS.
TRAZER TOALHAS EXTRAS.

TRAZER BONECA GRANDE , DE PANO SÃO AS MAIS INDICADAS, PARA A PRATICA.

ROUPAS CONFORTÁVEIS E LARGAS, POIS O CURSO É DADO TOTALMENTE NO SOLO!!!!!!!!!!!!!!

Chá de bebê Minimalista – Ovelhinha

Eu tenho uma prima que gosta de coisas bem minimalistas, nada de muita gente, poucas pessoas, coisas simples, mas bonitas. É o jeito dela e eu respeito.

Ela está esperando a princesa Bárbara (Babi), e para não deixar passar em branco, eu, minha mãe e minha irmã, resolvemos fazer um chá de bebê “minimalista”, onde comemoramos a vinda da Babi, porém, apenas nossa família.

O tema escolhido para a Babi, pela mamãe dela é Ovelhinha, com isso, eu fiz algumas coisas para ela personalizadas e fizemos um chá de bebê, como antigamente.

Às vezes queremos tanto exagerar, que esquecemos que podemos fazer do menos mais. Que podemos fazer poucas coisas simples e belas.

Gostaria de compartilhar com vocês algumas fotinhos do Chá de Bebê da Babi.

As artes e decoração foram feitas por mim. Caso queira compartilhá-las ou precisar de alguma dica basta me mandar um e-mail para: contato@maesemacao.com.br que terei o maior prazer de ajudá-la.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

Mãe da Semana: Karine Ellwein de Mattos – Coração de mãe não se engana

A mãe dessa semana é a Karine, ela é mãe do Renan de 1 ano e 2 meses, a história dela é bem legal, vale a pena conferir, e ainda reforça mais ainda aquela teoria de que coração de mãe não se engana!!!
a
Tive uma gravidez muito tranquila, no começo tive muitos enjôos, mas meu filho sempre teve saúde e eu curti cada etapa barriguda! (Me achava linda).
O meu tipo sanguíneo é O+ e o do meu marido é A+ (aparentemente nenhum risco por ambos serem positivos, com isso não foi necessária a injeção)!
Pois bem, dia 17/11/2014, meu príncipe Renan nasceu de cesárea!
Meu parto foi lindo, muito emocionante e muito esperado! Foi tudo perfeito não tive dores de pós parto e no terceiro dia (dia da alta) sentimos ele um pouco amarelinho (mas tivemos alta, pois era somente um pouco mesmo)!
No seu quinto dia de vida (sexta-feira), quando acordei cismei de que deveria levá-lo ao pediatra por conta do amarelinho! Todo mundo me julgou, disse que era muito pouco para sair de casa com ele tão pequeno, que era pra dar banho de picão e banho de sol que já passava! Segui minha intuição e por conhecidência tinha acabado de ter uma desistência e fui logo no pediatra!
Ele me orientou dizendo que para o quinto dia o nível da bilirrubina deveria ser 13  e pediu um exame de sangue (de urgência para sair o resultado no mesmo dia)! Foi quando começou o desespero..
O nível do meu filho estava 19 e tivemos que correr para o hospital onde ficou 5 dias na fototerapia (conhecida como banho de luz)! Foi horrível..
Ainda mais que é necessário tampar olhinhos por conta da intensidade da luz! Só sabia chorar, pulava da cama para ver ele e até esqueci dos pontos da cesárea! O pior de tudo foi a falta de experiência sobre o que é realmente essa tal de ICTERÍCIA!
Foi aí que comecei a ler sobre o assunto, ficar por dentro do quão perigosa ela é e o quanto é importante ficar de olho. A Icterícia no seu nível alto pode causar sérios problemas NEUROLÓGICOS, em todo o sistema nervoso e em muitos casos é necessário a TRANSFUSÃO de sangue..
Sim, icterícia pode levar a morte! O meu filho nasceu com o sangue A+ e o meu passou para ele dentro da barriga o que causou a reação! Nos primeiros dias após a internação, fui orientada a amamentar de 2 em 2 horas para que a bilirrubina fosse liberada mais rapidamente pela urina, porém, com 1 mês e meio de vida ainda estava um pouco amarelinho!
O pediatra então me orientou sobre a icterícia do leite materno… Que as vezes pode ter uma substância no leite que impede a liberação total da bilirrubina e me aconselhou a ficar 24h sem amamentar (isso não é orientado mais, porém, como já fazia 1 mês e meio ele disse que ficaria a meu critério tentar)! Que mãe que não abriria mão disso sendo que poderia melhorar o próprio filho?
Pois é.. Eu imediatamente fiz esse procedimento (dei o leite artificial no copinho para não prejudicar a amamentação) e após 24h para minha surpresa e alegria todo o amarelinho do Renan já tinha acabado!!
Deixo aqui minha experiência para alertar a todas as mamães do quanto a icterícia é coisa séria e o quanto a falta de informação pode ser prejudicial (quanto antes for detectado a necessidade de banho de luz mais fácil é o tratamento)! Mamães, além de ficarem atentas seguem o instinto materno porque esse não falha…

A acupuntura em gestantes – Por Dra. Karyna Saveriano

12654208_1154801117871107_6460525189555853092_n
A pessoas me questionam muito sobre a acupuntura em gestantes. Da mesma forma que a drenagem linfática.

Falaremos sobre a Drenagem Linfática; a Drenagem linfática é uma técnica de massagem que deve ser feita sem óleos ou cremes. Ela estimula o sistema linfático e por isso um de seus principais benefícios é o aumento do sistema imunológico.

Porque sem óleos ou cremes? esses materiais atrapalham, a técnica que necessita de tração dos tecidos durante a aplicação das manobras, portanto, cremes não são indicados.
As gestantes são extremamente beneficiadas com a Drenagem, pois a técnica trabalha os inchaços, promove relaxa\mento e por isso controla ansiedades. Na literaturas encontramos que a técnica não deve ser aplicada nos 3 primeiros meses e nos 3 últimos meses, mas na verdade casa a caso deve ser avaliado.

Tenho atendido gestantes e puérperas há mais de 18 anos , e em alguns casos desde as primeiras semanas , até as últimas semanas de gestação, associando até mesmo com a acupuntura, promovendo um acompanhamento mais técnico, especifico e prazeroso para esse momento muito especial!!!!!!!!!

Da mesma forma a acupuntura; muito se fala de pontos abortivos, revistas, artigos, conversas populares ; encontramos muito esse tipo de assunto e discussões; mas nós profissionais experientes, atendemos da mesma forma gestantes e puérperas com bom senso e conhecimento; portanto, a acupuntura não é contra-indicada nestas fases, e vários sintomas podem ser tratados como insônia, dores de cabeça, náuseas, vômitos nos primeiros meses, fome em excesso, dores lombares…

Logicamente que para ambas as Técnicas, uma avaliação PRECISA E OBJETIVA DEVE SER REALIZADA ANTES DOS ATENDIMENTOS, e se você não receber esse tipo de abordagem antes de qualquer atendimento DESCONFIE E PROCURE OUTRO PROFISSIONAL.!

Contato Dra Karyna Saveriano
(11) 99637-6606/ 98547-4848