Menina de 7 anos de idade com câncer, tem perna colocada para trás para que seu sonho possa continuar

By

 Há um ano atrás, Amelia Eldred era como qualquer outra criança da idade dela, exceto que ela era um pouco mais ativa do que a maioria.

amelia1

Amelia gosta de nadar, correr, andar de bicicleta, fazer ginástica e dançar. Ela não desistiu de seu sonho de ser uma dançarina profissional algum dia, mas o osteossarcoma em seu fêmur esquerdo tentou tirar aquele sonho dela.

Durante a primeira semana de férias de verão do ano passado, Amelia estava correndo  com algumas amigas e de repente ela desmaiou e sua perna “cedeu” abaixo dela. Sua perna imediatamente começou a inchar e seus pais a levaram para o hospital, onde pensaram que um vaso sanguíneo havia estourado.

Uma semana depois, o inchaço da perna esquerda permaneceu e os médicos perceberam que não era o que eles pensavam originalmente. Raios-X foram realizados e os resultados mostraram um tumor no fêmur havia fraturado o osso.

Após duas rodadas de quimioterapia, em agosto, o tumor não encolheu, então, uma biópsia revelou que era um osteossarcoma agressivo de alto grau e que novos planos tratamentos deveriam ser aplicados. Os médicos explicaram a seus pais que a melhor chance para a sobrevivência de Amélia era amputar sua perna. Depois de outra rodada exaustiva de quimioterapia, a perna de Amelia foi removida em janeiro.
Os cirurgiões do Royal Orthopaedic Hospital usaram um procedimento raro para dar a Amelia uma chance de realizar seus sonhos. Depois que a perna de Amelia foi amputada, a parte inferior de sua perna foi recolocada para trás em um procedimento chamado de plasticoplastia.

amelia3

A razão para colocar a perna na posição errada é que o tornozelo acabará por funcionar, pois o joelho dela e uma prótese podem ser colocadas sobre o pé. O processo ainda tem alguns meses pela frente; Neste momento, Amelia não consegue colocar todo o seu peso na perna e os pais dela esperam colocar em breve a prótese normal.

“Eu acredito que Amelia vai aspirar a seus sonhos”, disse sua mãe. “Ela é muito determinada e todos que a conhecem e a conheceram no Hospital Infantil Ortopédico e de Birmingham estão impressionados com sua coragem e positividade durante sua jornada até agora. Ela fala de como sua nova perna lhe permitirá viajar pelo mundo um dia e talvez até entrar nos Jogos Paralímpicos! ”

Ela também é uma animadora de torcida e palestrante motivacional para outras crianças que estiveram no hospital com ela. Uma de suas enfermeiras ouviu Amelia dizer a outro paciente: “não há nada de errado em ser diferente!” E ela está certa.

dancer4

Fonte: Adalia Rose

Imagens: Richard T Rarris

E aí, gostou da nossa publicação?

Compartilhe com seus amigos e família e não deixe de curtir nossa página no faceFacebook  Mães em ação , assim você fica por dentro de tudo o que rola no mundo das mães!

Caso tenha alguma dúvida escreva para: contato@maesemacao.com.br que eu terei o prazer em te ajudar…

Anúncios